terça-feira, 18 de novembro de 2014

Espírito de Perdão: Stephen Kaung






Claro que a primeira palavra que nosso Senhor Jesus disse na cruz está em Lucas 23:34:

Contudo, Jesus dizia: Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem.

Ele estava sendo pregado e levantado naquela cruz para morrer. A primeira palavra que ele disse foi: Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem. Pense naquelas circunstâncias. O homem que o tinha pregado à cruz ficava em volta zombando Dele, abusando-o, ridicularizando-o, rindo Dele. Em circunstâncias como essas nosso Senhor Jesus começa a orar de repente: Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem. Que espírito diferente é esse! Não havia amargura, apenas amor.

Nosso Senhor Jesus tinha todo o direito de pedir ao Pai por vingança, que julgasse o mundo. Mas ao invés de clamar por vingança, Ele pede ao Pai que perdoe. Ele pôde fazer aquela oração porque lá naquela cruz Ele se ofereceu como nosso substituto. Deus é justo e sua justiça precisa ser satisfeita. Deus não pode perdoar sem que sua justiça seja satisfeita. Mas nosso Senhor Jesus, porque Ele tinha se oferecido a si mesmo como oferta pelo pecado para Deus, tinha o direito de fazer tal oração: Pai, perdoa-lhes e sua oração foi respondida. 

A Cruz. Stephen Kaung

Nenhum comentário:

Postar um comentário