segunda-feira, 3 de novembro de 2014

READING PSALMS (KING JAMES VERSION/ALMEIDA REVISTA E CORRIGIDA)


PSALM 22

Musician upon Aijeleth Shahar, A Psalm of David.

1 MY God, my God, why hast thou forsaken me? why art
thou so far from helping me, and from the words of my
roaring?

2 O my God, I cry in the daytime, but thou hearest not; and
in the night season, and am not silent.

3 But thou art holy, O thou that inhabitest the praises of
Israel.

4 Our fathers trusted in thee: they trusted, and thou didst
deliver them.

5 They cried unto thee, and were delivered: they trusted in
thee, and were not confounded.

6 But I am a worm, and no man; a reproach of men, and
despised of the people.

7 All they that see me laugh me to scorn: they shoot out the
lip, they shake the head, saying,

8 He trusted on the LORD that he would deliver him: let him
deliver him, seeing he delighted in him.

9 But thou art he that took me out of the womb: thou didst
make me hope when I was upon my mother’s breasts.

10 I was cast upon thee from the womb: thou art my God
from my mother’s belly.

11 Be not far from me; for trouble is near; for there is none
to help.

12 Many bulls have compassed me: strong bulls of Bashan
have beset me round.

13 They gaped upon me with their mouths, as a ravening
and a roaring lion.

14 I am poured out like water, and all my bones are out of
joint: my heart is like wax; it is melted in the midst of my
bowels.

15 My strength is dried up like a potsherd; and my tongue
cleaveth to my jaws; and thou hast brought me into the dust
of death.

16 For dogs have compassed me: the assembly of the
wicked have inclosed me: they pierced my hands and my
feet.

17 I may tell all my bones: they look and stare upon me.
18 They part my garments among them, and cast lots upon
my vesture.

19 But be not thou far from me, O LORD: O my strength,
haste thee to help me.

20 Deliver my soul from the sword; my darling from the
power of the dog.

21 Save me from the lion’s mouth: for thou hast heard me
from the horns of the unicorns.

22 I will declare thy name unto my brethren: in the midst of
the congregation will I praise thee.

23 Ye that fear the LORD, praise him; all ye the seed of
Jacob, glorify him; and fear him, all ye the seed of Israel.

24 For he hath not despised nor abhorred the affliction of
the afflicted; neither hath he hid his face from him; but
when he cried unto him, he heard.

25 My praise shall be of thee in the great congregation: I
will pay my vows before them that fear him.

26 The meek shall eat and be satisfied: they shall praise the
LORD that seek him: your heart shall live for ever.

27 All the ends of the world shall remember and turn unto
the LORD: and all the kindreds of the nations shall worship
before thee.

28 For the kingdom is the LORD’s: and he is the governor
among the nations.

29 All they that be fat upon earth shall eat and worship: all
they that go down to the dust shall bow before him: and
none can keep alive his own soul.

30 A seed shall serve him; it shall be accounted to the Lord
for a generation.

31 They shall come, and shall declare his righteousness
unto a people that shall be born, that he hath done this.

 Salmos
22.1   Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste? Por que te alongas das palavras do meu bramido e não me auxilias?

22.2   Deus meu, eu clamo de dia, e tu não me ouves; de noite, e não tenho sossego.

22.3   Porém tu és Santo, o que habitas entre os louvores de Israel.

22.4   Em ti confiaram nossos pais; confiaram, e tu os livraste.

22.5   A ti clamaram e escaparam; em ti confiaram e não foram confundidos.

22.6   Mas eu sou verme, e não homem, opróbrio dos homens e desprezado do povo.

22.7   Todos os que me veem zombam de mim, estendem os lábios e meneiam a cabeça, dizendo:

22.8   Confiou no SENHOR, que o livre; livre-o, pois nele tem prazer.

22.9   Mas tu és o que me tiraste do ventre; o que me preservaste estando ainda aos seios de minha mãe.

22.10   Sobre ti fui lançado desde a madre; tu és o meu Deus desde o ventre de minha mãe.

22.11   Não te alongues de mim, pois a angústia está perto, e não há quem ajude.

22.12   Muitos touros me cercaram; fortes touros de Basã me rodearam.

22.13   Abriram contra mim suas bocas, como um leão que despedaça e que ruge.

22.14   Como água me derramei, e todos os meus ossos se desconjuntaram; o meu coração é como cera e derreteu-se dentro de mim.

22.15   A minha força se secou como um caco, e a língua se me pega ao paladar; e me puseste no pó da morte.

22.16   Pois me rodearam cães; o ajuntamento de malfeitores me cercou; traspassaram-me as mãos e os pés.

22.17   Poderia contar todos os meus ossos; eles veem e me contemplam.

22.18   Repartem entre si as minhas vestes e lançam sortes sobre a minha túnica.

22.19   Mas tu, SENHOR, não te alongues de mim; força minha, apressa-te em socorrer-me.

22.20   Livra a minha alma da espada e a minha predileta, da força do cão.

22.21   Salva-me da boca do leão; sim, ouve-me desde as pontas dos unicórnios.

22.22   Então, declararei o teu nome aos meus irmãos; louvar-te-ei no meio da congregação.

22.23   Vós que temeis ao SENHOR, louvai-o; todos vós, descendência de Jacó, glorificai-o; e temei-o todos vós, descendência de Israel.

22.24   Porque não desprezou nem abominou a aflição do aflito, nem escondeu dele o seu rosto; antes, quando ele clamou, o ouviu.

22.25   O meu louvor virá de ti na grande congregação; pagarei os meus votos perante os que o temem.

22.26   Os mansos comerão e se fartarão; louvarão ao SENHOR os que o buscam; o vosso coração viverá eternamente.

22.27   Todos os limites da terra se lembrarão e se converterão ao SENHOR; e todas as gerações das nações adorarão perante a tua face.

22.28   Porque o reino é do SENHOR, e ele domina entre as nações.

22.29   Todos os grandes da terra comerão e adorarão, e todos os que descem ao pó se prostrarão perante ele; como também os que não podem reter a sua vida.

22.30   Uma semente o servirá; falará do Senhor de geração em geração.

 22.31   Chegarão e anunciarão a sua justiça ao povo que nascer, porquanto ele o fez.


Nenhum comentário:

Postar um comentário