sábado, 27 de dezembro de 2014

Cego pelo dinheiro: Dwight Lyman Moody (1837-1899)




Eu ouvi falar de um homem que tinha acumulado grande riqueza, e a morte veio sobre ele repentinamente, e ele percebeu, como se diz, que “não há banco na mortalha,” e que ele não poderia levar nada com ele; podemos ter todo o dinheiro desta terra, mas devemos deixá-lo atrás de nós. Ele chamou um advogado e recomendou o desejo de vender a sua propriedade antes que ele partisse. Sua garotinha não podia entender exatamente onde ele estava indo, e ela disse: “Papai, você tem um lar naquela terra para a qual você está indo?” A flecha entrou na sua alma. “Ter um lar lá?” O homem rico tinha se lançado para longe de Deus e negligenciou assegurar um lar lá por causa de seu dinheiro, e ele descobriu que agora era tarde demais. Ele era louco por dinheiro, e ele ficou cego pelo dinheiro.

                Anecdotes and illustrations of D. L. Moody,
                  Dwight Lyman Moody (1837-1899).
                  Chicago, Rhodes & Mcclure, p. 42, 1877.

Nenhum comentário:

Postar um comentário