terça-feira, 23 de dezembro de 2014

READING PSALMS (KING JAMES VERSION/ALMEIDA REVISTA E CORRIGIDA)


PSALM 71

1 IN thee, O LORD, do I put my trust: let me never be put to
confusion.

2 Deliver me in thy righteousness, and cause me to escape:
incline thine ear unto me, and save me.

3 Be thou my strong habitation, whereunto I may
continually resort: thou hast given commandment to save
me; for thou art my rock and my fortress.

4 Deliver me, O my God, out of the hand of the wicked, out
of the hand of the unrighteous and cruel man.

5 For thou art my hope, O Lord GOD: thou art my trust
from my youth.

6 By thee have I been holden up from the womb: thou art
he that took me out of my mother’s bowels: my praise shall
be continually of thee.

7 I am as a wonder unto many; but thou art my strong
refuge.

8 Let my mouth be filled with thy praise and with thy
honour all the day.

9 Cast me not off in the time of old age; forsake me not
when my strength faileth.

10 For mine enemies speak against me; and they that lay
wait for my soul take counsel together,

11 Saying, God hath forsaken him: persecute and take him;
for there is none to deliver him.

12 O God, be not far from me: O my God, make haste for
my help.

13 Let them be confounded and consumed that are
adversaries to my soul; let them be covered with reproach
and dishonour that seek my hurt.

14 But I will hope continually, and will yet praise thee
more and more.

15 My mouth shall shew forth thy righteousness and thy
salvation all the day; for I know not the numbers thereof.

16 I will go in the strength of the Lord GOD: I will make
mention of thy righteousness, even of thine only.

17 O God, thou hast taught me from my youth: and hitherto
have I declared thy wondrous works.

18 Now also when I am old and grayheaded, O God,
forsake me not; until I have shewed thy strength unto this
generation, and thy power to every one that is to come.

19 Thy righteousness also, O God, is very high, who hast
done great things: O God, who is like unto thee!

20 Thou, which hast shewed me great and sore troubles,
shalt quicken me again, and shalt bring me up again from
the depths of the earth.

21 Thou shalt increase my greatness, and comfort me on
every side.

22 I will also praise thee with the psaltery, even thy truth, O
my God: unto thee will I sing with the harp, O thou Holy
One of Israel.

23 My lips shall greatly rejoice when I sing unto thee; and
my soul, which thou hast redeemed.

24 My tongue also shall talk of thy righteousness all the day
long: for they are confounded, for they are brought unto
shame, that seek my hurt.

Salmos 71.1   Em ti, SENHOR, confio; nunca seja eu confundido.

71.2   Livra-me na tua justiça e faze que eu escape; inclina os teus ouvidos para mim e salva-me.

71.3   Sê tu a minha habitação forte, à qual possa recorrer continuamente; deste um mandamento que me salva, pois tu és a minha rocha e a minha fortaleza.

71.4   Livra-me, meu Deus, das mãos do ímpio, das mãos do homem injusto e cruel,

71.5   pois tu és a minha esperança, SENHOR Deus; tu és a minha confiança desde a minha mocidade.

71.6   Por ti tenho sido sustentado desde o ventre; tu és aquele que me tiraste do ventre de minha mãe; o meu louvor será para ti constantemente.

71.7   Sou como um prodígio para muitos, mas tu és o meu refúgio forte.

71.8   Encha-se a minha boca do teu louvor e da tua glória todo o dia.

71.9   Não me rejeites no tempo da velhice; não me desampares, quando se for acabando a minha força.

71.10   Porque os meus inimigos falam contra mim, e os que espiam a minha alma consultam juntos,

71.11   dizendo: Deus o desamparou; persegui-o e prendei-o, pois não há quem o livre.

71.12   Ó Deus, não te alongues de mim; meu Deus, apressa-te em ajudar-me.

71.13   Sejam confundidos e consumidos os que são adversários da minha alma; cubram-se de opróbrio e de confusão aqueles que procuram o meu mal.

71.14   Mas eu esperarei continuamente e te louvarei cada vez mais.

71.15   A minha boca relatará as bênçãos da tua justiça e da tua salvação todo o dia, posto que não conheça o seu número.

71.16   Sairei na força do SENHOR Deus; farei menção da tua justiça, e só dela.

71.17   Ensinaste-me, ó Deus, desde a minha mocidade; e até aqui tenho anunciado as tuas maravilhas.

71.18   Agora, também, quando estou velho e de cabelos brancos, não me desampares, ó Deus, até que tenha anunciado a tua força a esta geração, e o teu poder a todos os vindouros.

71.19   Também a tua justiça, ó Deus, está muito alta, pois fizeste grandes coisas; ó Deus, quem é semelhante a ti?

71.20   Tu, que me tens feito ver muitos males e angústias, me darás ainda a vida e me tirarás dos abismos da terra.

71.21   Aumentarás a minha grandeza e de novo me consolarás.

71.22   Também eu te louvarei com o saltério, bem como à tua verdade, ó meu Deus; cantar-te-ei com a harpa, ó Santo de Israel.

71.23   Os meus lábios exultarão quando eu te cantar, assim como a minha alma que tu remiste.

71.24   A minha língua falará da tua justiça todo o dia; pois estão confundidos e envergonhados aqueles que procuram o meu mal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário