sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

READING PSALMS (KING JAMES VERSION/ALMEIDA REVISTA E CORRIGIDA)


 


PSALM 102

A Prayer of the afflicted, when he is overwhelmed, and poureth out his complaint before the LORD.

1 HEAR my prayer, O LORD, and let my cry come unto thee.

2 Hide not thy face from me in the day when I am in
trouble; incline thine ear unto me: in the day when I call
answer me speedily.

3 For my days are consumed like smoke, and my bones are
burned as an hearth.

4 My heart is smitten, and withered like grass; so that I
forget to eat my bread.

5 By reason of the voice of my groaning my bones cleave
to my skin.

6 I am like a pelican of the wilderness: I am like an owl of
the desert.

7 I watch, and am as a sparrow alone upon the house top.

8 Mine enemies reproach me all the day; and they that are
mad against me are sworn against me.

9 For I have eaten ashes like bread, and mingled my drink
with weeping,

10 Because of thine indignation and thy wrath: for thou hast
lifted me up, and cast me down.

11 My days are like a shadow that declineth; and I am
withered like grass.

12 But thou, O LORD, shalt endure for ever; and thy
remembrance unto all generations.

13 Thou shalt arise, and have mercy upon Zion: for the
time to favour her, yea, the set time, is come.

14 For thy servants take pleasure in her stones, and favour
the dust thereof.

15 So the heathen shall fear the name of the LORD, and all
the kings of the earth thy glory.

16 When the LORD shall build up Zion, he shall appear in
his glory.

17 He will regard the prayer of the destitute, and not
despise their prayer.

18 This shall be written for the generation to come: and the
people which shall be created shall praise the LORD.


19 For he hath looked down from the height of his
sanctuary; from heaven did the LORD behold the earth;

20 To hear the groaning of the prisoner; to loose those that
are appointed to death;

21 To declare the name of the LORD in Zion, and his praise
in Jerusalem;

22 When the people are gathered together, and the
kingdoms, to serve the LORD.

23 He weakened my strength in the way; he shortened my
days.

24 I said, O my God, take me not away in the midst of my
days: thy years are throughout all generations.

25 Of old hast thou laid the foundation of the earth: and the
heavens are the work of thy hands.

26 They shall perish, but thou shalt endure: yea, all of them
shall wax old like a garment; as a vesture shalt thou change
them, and they shall be changed:

27 But thou art the same, and thy years shall have no end.

28 The children of thy servants shall continue, and their
seed shall be established before thee.

Salmos
102.1   SENHOR, ouve a minha oração, e chegue a ti o meu clamor.

102.2   Não escondas de mim o teu rosto no dia da minha angústia; inclina para mim os teus ouvidos; no dia em que eu clamar, ouve-me depressa.

102.3   Porque os meus dias se consomem como fumaça, e os meus ossos ardem como lenha.

102.4   O meu coração está ferido e seco como a erva, pelo que até me esqueço de comer o meu pão.

102.5   Já os meus ossos se pegam à minha pele, em virtude do meu gemer doloroso.

102.6   Sou semelhante ao pelicano no deserto; sou como um mocho nas solidões.

102.7   Velo e sou como o pardal solitário no telhado.

102.8   Os meus inimigos me afrontam todo o dia; os que contra mim se enfurecem me amaldiçoam.

102.9   Pois tenho comido cinza como pão e misturado com lágrimas a minha bebida,

102.10   por causa da tua ira e da tua indignação, pois tu me levantaste e me arremessaste.

102.11   Os meus dias são como a sombra que declina, e como a erva me vou secando.

102.12   Mas tu, SENHOR, permanecerás para sempre, e a tua memória, de geração em geração.

102.13   Tu te levantarás e terás piedade de Sião; pois o tempo de te compadeceres dela, o tempo determinado, já chegou.

102.14   Porque os teus servos têm prazer nas suas pedras e se compadecem do seu pó.

102.15   Então, as nações temerão o nome do SENHOR, e todos os reis da terra, a sua glória,

102.16   quando o SENHOR edificar a Sião, e na sua glória se manifestar,

102.17   e atender à oração do desamparado, e não desprezar a sua oração.

102.18   Isto se escreverá para a geração futura; e o povo que se criar louvará ao SENHOR,

102.19   porquanto olhara desde o alto do seu santuário; desde os céus, o SENHOR observou a terra,

102.20   para ouvir o gemido dos presos, para soltar os sentenciados à morte;

102.21   a fim de que seja anunciado o nome do SENHOR em Sião, e o seu louvor, em Jerusalém,

102.22   quando os povos todos se congregarem, e os reinos, para servirem ao SENHOR.

102.23   Abateu a minha força no caminho; abreviou os meus dias.

102.24   Dizia eu: Deus meu, não me leves no meio dos meus dias, tu, cujos anos alcançam todas as gerações.

102.25   Desde a antiguidade fundaste a terra; e os céus são obra das tuas mãos.

102.26   Eles perecerão, mas tu permanecerás; todos eles, como uma veste, envelhecerão; como roupa os mudarás, e ficarão mudados.

102.27   Mas tu és o mesmo, e os teus anos nunca terão fim.

102.28   Os filhos dos teus servos continuarão, e a sua descendência ficará firmada perante ti.


Nenhum comentário:

Postar um comentário