domingo, 18 de janeiro de 2015

Remindo o tempo



     Não jogueis com o tempo. Não digais: “Há tempo suficiente”; pois o sábio conhece que há tempo para tudo. Não sejais como o néscio embriagado que ao chegar em casa à noite, cambaleando, viu luz em seu quarto. “Duas velas!” disse o borracho, cujo estado de embriaguez o fazia ver duas luzes. “Apagarei uma”, disse ele; e ao apagar ficou em trevas.

   Muitos, por causa da embriaguez do pecado veem duplamente; pensam que têm uma vida para mal gastar, e logo outra para voltar-se para Deus; e assim, como insensatos, apagam a única luz que têm e ficam eternamente nas trevas. Apressa-te, viajor, não tens mais que um sol, e jamais chegarás a teu destino se te não puseres a caminho.

CHARLES HADDON SPURGEON (1834-1892) 

                               O ESCUDEIRO BAPTISTA.


ANO I, Nº 01, 
            CAMPOS-RJ, 1 DE JANEIRO DE 1900, p. 3.

Nenhum comentário:

Postar um comentário