sábado, 28 de fevereiro de 2015

READING PSALMS (KING JAMES VERSION/ALMEIDA REVISTA E CORRIGIDA)


 PSALM 139
To the chief Musician, A Psalm of David.

1 O LORD, thou hast searched me, and known me.

2 Thou knowest my downsitting and mine uprising, thou
understandest my thought afar off.

3 Thou compassest my path and my lying down, and art
acquainted with all my ways.

4 For there is not a word in my tongue, but, lo, O LORD,
thou knowest it altogether.

5 Thou hast beset me behind and before, and laid thine
hand upon me.

6 Such knowledge is too wonderful for me; it is high, I
cannot attain unto it.

7 Whither shall I go from thy spirit? or whither shall I flee
from thy presence?

8 If I ascend up into heaven, thou art there: if I make my
bed in hell, behold, thou art there.

9 If I take the wings of the morning, and dwell in the
uttermost parts of the sea;

10 Even there shall thy hand lead me, and thy right hand
shall hold me.

11 If I say, Surely the darkness shall cover me; even the
night shall be light about me.

12 Yea, the darkness hideth not from thee; but the night
shineth as the day: the darkness and the light are both alike
to thee.

13 For thou hast possessed my reins: thou hast covered me
in my mother’s womb.

14 I will praise thee; for I am fearfully and wonderfully
made: marvellous are thy works; and that my soul knoweth
right well.

15 My substance was not hid from thee, when I was made
in secret, and curiously wrought in the lowest parts of the
earth.
16 Thine eyes did see my substance, yet being unperfect;
and in thy book all my members were written, which in
continuance were fashioned, when as yet there was none of
them.

17 How precious also are thy thoughts unto me, O God!
how great is the sum of them!

18 If I should count them, they are more in number than the
sand: when I awake, I am still with thee.

19 Surely thou wilt slay the wicked, O God: depart from me
therefore, ye bloody men.

20 For they speak against thee wickedly, and thine enemies
take thy name in vain.

21 Do not I hate them, O LORD, that hate thee? and am not I
grieved with those that rise up against thee?

22 I hate them with perfect hatred: I count them mine
enemies.

23 Search me, O God, and know my heart: try me, and
know my thoughts:

24 And see if there be any wicked way in me, and lead me
in the way everlasting.

Salmos 139.1   SENHOR, tu me sondaste e me conheces.

139.2   Tu conheces o meu assentar e o meu levantar; de longe entendes o meu pensamento.

139.3   Cercas o meu andar e o meu deitar; e conheces todos os meus caminhos.

139.4   Sem que haja uma palavra na minha língua, eis que, ó SENHOR, tudo conheces.

139.5   Tu me cercaste em volta e puseste sobre mim a tua mão.

139.6   Tal ciência é para mim maravilhosíssima; tão alta, que não a posso atingir.

139.7   Para onde me irei do teu Espírito ou para onde fugirei da tua face?

139.8   Se subir ao céu, tu aí estás; se fizer no Seol a minha cama, eis que tu ali estás também;

139.9   se tomar as asas da alva, se habitar nas extremidades do mar,

139.10   até ali a tua mão me guiará e a tua destra me susterá.

139.11   Se disser: decerto que as trevas me encobrirão; então, a noite será luz à roda de mim.

139.12   Nem ainda as trevas me escondem de ti; mas a noite resplandece como o dia; as trevas e a luz são para ti a mesma coisa.

139.13   Pois possuíste o meu interior; entreteceste-me no ventre de minha mãe.

139.14   Eu te louvarei, porque de um modo terrível e tão maravilhoso fui formado; maravilhosas são as tuas obras, e a minha alma o sabe muito bem.

139.15   Os meus ossos não te foram encobertos, quando no oculto fui formado e entretecido como nas profundezas da terra.

139.16   Os teus olhos viram o meu corpo ainda informe, e no teu livro todas estas coisas foram escritas, as quais iam sendo dia a dia formadas, quando nem ainda uma delas havia.

139.17   E quão preciosos são para mim, ó Deus, os teus pensamentos! Quão grande é a soma deles!

139.18   Se os contasse, seriam em maior número do que a areia; quando acordo, ainda estou contigo.

139.19   Ó Deus! Tu matarás, decerto, o ímpio! Apartai-vos, portanto, de mim, homens de sangue.

139.20   Pois falam malvadamente contra ti; e os teus inimigos tomam o teu nome em vão.

139.21   Não aborreço eu, ó SENHOR, aqueles que te aborrecem, e não me aflijo por causa dos que se levantam contra ti?

139.22   Aborreço-os com ódio completo; tenho-os por inimigos.

139.23   Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me e conhece os meus pensamentos.

139.24   E vê se há em mim algum caminho mau e guia-me pelo caminho eterno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário