terça-feira, 3 de março de 2015

Eis Que Logo Venho: John Charles Ryle (1816-1900)



 “Por isso ficai também vós apercebidos; para que, vindo ele inesperadamente, não vos ache dormindo. O que, porém, vos digo, digo a todos: Vigiai!” (Marcos 13:36-37).

VIGIAI contra o fermento da falsa doutrina. Lembre-se que Satanás pode se transformar em anjo de luz. Lembre- se que o dinheiro falso nunca é malfeito, senão ele nunca passaria. Seja sempre zeloso pela verdade inteira assim como a encontramos em Jesus. Não tolere um grãozinho de erro a fim de ganhar um quilo de verdade! Não tolere um elemento de doutrina falsa por menor que seja, assim como você nunca toleraria um pequenino elemento de pecado. VIGIAI E ORAI!

VIGIAI contra a preguiça em estudar a Bíblia e orar em particular. Até as coisas mais espirituais que existem podem ser transformadas no fim em atividades formais. A origem da frieza e apostasia espiritual geralmente se encontra nas falhas da vida a sós com Deus. Quando uma árvore é partida ao meio por um vento forte, geralmente descobrimos que já havia uma deterioração interna oculta. VIGIAI E ORAI!

VIGIAI contra o rancor e a severidade para com as pessoas. Um pouco de amor é muito mais valioso que muitos presentes. Tenha olhos de águia para ver o que há de bom no seu irmão. Que sua memória seja uma caixa forte para reter as virtudes dele, mas uma peneira para se esquecer dos erros dele. VIGIAI E ORAI!
VIGIAI contra o orgulho e a vanglória. Pedro disse no princípio: “Ainda que todos te neguem, eu jamais te negarei.” Logo ele caiu. O orgulho é o caminho para a queda. VIGIAI E ORAI!

Vamos vigiar para o nosso próprio bem. Assim como for a nossa caminhada, assim será nossa paz. Acima de tudo, vigiemos pelo amor de nosso Senhor Jesus Cristo. Vivamos como se Sua glória dependesse do nosso comportamento. Vivamos como se cada deslize ou queda afetasse a honra do nosso Senhor. Vivamos como se cada pecado que permitimos fosse mais um espinho em sua cabeça – mais um cravo em seus pés.

Exercitemos o zelo divino sobre os nossos pensamentos, palavras e ações, sobre as nossas motivações, costumes e andar. Nunca, nunca tenhamos medo de ser muito severos conosco mesmos. Nunca, nunca pensemos que estamos exagerando no vigiar. No máximo estamos apenas parcialmente acordados.

 http://www.oarautodasuavinda.com.br/eis-que-logo-venho

Nenhum comentário:

Postar um comentário