quarta-feira, 4 de março de 2015

O PODER DA ORAÇÃO: James Hudson Taylor (1832-1905)



 

“Um jovem homem tinha sido chamado para o campo estrangeiro. Ele não tinha o hábito de pregar, mas ele sabia uma coisa: como prevalecer com Deus; e indo um dia a um amigo ele disse: ‘Eu não vejo como Deus pode me usar no campo. Eu não tenho nenhum talento especial.’ Seu amigo disse: ‘Meu irmão, Deus quer homens no campo que possam orar. Há tantos pregadores agora e tão poucos que oram.’ Ele foi embora. Em seu próprio quarto no início da manhã uma voz foi ouvida lamentando e rogando pelas almas. Por todo o dia, à porta trancada e o silêncio que prevalecia o fez sentir-se como que caminhando suavemente, pois sua alma estava lutando em Deus. Daí então, nesta casa, almas famintas se reuniram, sendo atraídas por algum poder irresistível. Ah, o mistério foi destrancado. Na câmara secreta almas perdidas foram pedidas e reivindicadas. O Espírito Santo sabia justamente onde elas estavam e as enviou.”
 
James Hudson Taylor (1832-1905)

Nenhum comentário:

Postar um comentário