sexta-feira, 29 de maio de 2015

POR NÓS: S. D. GORDON (1859-1936)




Portanto, convém-nos atentar, com mais diligência, 
para as coisas que já temos ouvido, para que, 
em tempo algum, nos desviemos delas. salvação deles.  
Hebreus 2:1


O sofrimento de Jesus é distinto em si mesmo; completamente aparte de qualquer outro sofrimento. Foi puramente voluntário; a vida aqui em que embaixo que ele levou, o sofrimento de espírito através de sua vida, e o grande clímax — a Cruz. Foi tudo feito de sua própria livre vontade por nós. Ele tomou o nosso lugar e tomou o que pertencia a nós. Isto revela o real amor e o significado do sofrimento de Jesus.

THE BENT-KNEE TIME.
S. D. GORDON (1859-1936)
AMERICAN SUNDAY-SCHOOL UNION. PHILADELPHIA, 1918, p. 70.

Nenhum comentário:

Postar um comentário