segunda-feira, 25 de maio de 2015

READING NAHUM (KING JAMES VERSION/ALMEIDA REVISTA E CORRIGIDA)


CHAPTER 3

1 WOE to the bloody city! it is all full of lies and robbery; the
prey departeth not;

2 The noise of a whip, and the noise of the rattling of the
wheels, and of the pransing horses, and of the jumping
chariots.

3 The horseman lifteth up both the bright sword and the
glittering spear: and there is a multitude of slain, and a
great number of carcases; and there is none end of their
corpses; they stumble upon their corpses:

4 Because of the multitude of the whoredoms of the
wellfavoured harlot, the mistress of witchcrafts, that selleth
nations through her whoredoms, and families through her
witchcrafts.

5 Behold, I am against thee, saith the LORD of hosts; and I
will discover thy skirts upon thy face, and I will shew the
nations thy nakedness, and the kingdoms thy shame.

6 And I will cast abominable filth upon thee, and make thee
vile, and will set thee as a gazingstock.

7 And it shall come to pass, that all they that look upon thee
shall flee from thee, and say, Nineveh is laid waste: who
will bemoan her? whence shall I seek comforters for thee?

8 Art thou better than populous No, that was situate among
the rivers, that had the waters round about it, whose
rampart was the sea, and her wall was from the sea?

9 Ethiopia and Egypt were her strength, and it was infinite;
Put and Lubim were thy helpers.

10 Yet was she carried away, she went into captivity: her
young children also were dashed in pieces at the top of all
the streets: and they cast lots for her honourable men, and
all her great men were bound in chains.

11 Thou also shalt be drunken: thou shalt be hid, thou also
shalt seek strength because of the enemy.

12 All thy strong holds shall be like fig trees with the
firstripe figs: if they be shaken, they shall even fall into the
mouth of the eater.

13 Behold, thy people in the midst of thee are women: the
gates of thy land shall be set wide open unto thine enemies:
the fire shall devour thy bars.

14 Draw thee waters for the siege, fortify thy strong holds:
go into clay, and tread the morter, make strong the
brickkiln.

15 There shall the fire devour thee; the sword shall cut thee
off, it shall eat thee up like the cankerworm: make thyself
many as the cankerworm, make thyself many as the locusts.

16 Thou hast multiplied thy merchants above the stars of
heaven: the cankerworm spoileth, and flieth away.

17 Thy crowned are as the locusts, and thy captains as the
great grasshoppers, which camp in the hedges in the cold
day, but when the sun ariseth they flee away, and their
place is not known where they are.

18 Thy shepherds slumber, O king of Assyria: thy nobles
shall dwell in the dust: thy people is scattered upon the
mountains, and no man gathereth them.

19 There is no healing of thy bruise; thy wound is grievous:
all that hear the bruit of thee shall clap the hands over thee:
for upon whom hath not thy wickedness passed
continually?

Naum
3.1   Ai da cidade ensanguentada! Ela está toda cheia de mentiras e de rapina! Não se aparta dela o roubo.

3.2   Estrépito de açoite há, e o estrondo do ruído das rodas; e os cavalos atropelam, e carros vão saltando.

3.3   O cavaleiro levanta a espada flamejante e a lança relampagueante, e haverá uma multidão de mortos e abundância de cadáveres, e não terão fim os defuntos; tropeçarão nos seus corpos,

3.4   por causa da multidão dos pecados da mui graciosa meretriz, da mestra das feitiçarias, que vendeu os povos com os seus deleites e as gerações com as suas feitiçarias.

3.5   Eis que eu estou contra ti, diz o SENHOR dos Exércitos, e te descobrirei na tua face, e às nações mostrarei a tua nudez e aos reinos, a tua vergonha.

3.6   E lançarei sobre ti coisas abomináveis, e te envergonharei, e pôr-te-ei como espetáculo.

3.7   E há de ser que todos os que te virem fugirão de ti e dirão: Nínive está destruída; quem terá compaixão dela? Donde buscarei consoladores para ti?

3.8   És tu melhor do que Nô-Amom, que está situada entre os rios, cercada de águas, tendo por esplanada o mar e ainda o mar, por muralha?

3.9   Etiópia e Egito eram a sua força e esta não tinha fim; Pute e Líbia foram o teu socorro.

3.10   Todavia, ela foi levada, foi para o cativeiro; também os seus filhos foram despedaçados no topo de todas as ruas, e sobre os seus nobres lançaram sortes, e todos os seus grandes foram presos com grilhões.

3.11   Tu também, Nínive, serás embriagada e te esconderás; também buscarás força, por causa do inimigo.

3.12   Todas as tuas fortalezas serão como figueiras com figos temporãos; se se sacodem, caem na boca do que os há de comer.

3.13   Eis que o teu povo no meio de ti será como mulheres; as portas da tua terra estarão de todo abertas aos teus inimigos; o fogo consumirá os teus ferrolhos.

3.14   Tira águas para o cerco, fortifica as tuas fortalezas, entra no lodo, pisa o barro e repara o forno para os ladrilhos.

3.15   O fogo ali te consumirá, a espada te exterminará; consumir-te-á como a locusta; multiplica-te como a locusta, multiplica-te como os gafanhotos.

3.16   Multiplicaste os teus negociantes mais do que as estrelas do céu; a locusta se espalhará e voará.

3.17   Os teus coroados são como os gafanhotos, e os teus chefes, como os gafanhotos grandes, que se acampam nas sebes nos dias de frio; em subindo o sol, voam, e não se conhece o lugar onde estão.

3.18   Os teus pastores dormitarão, ó rei da Assíria; os teus ilustres deitar-se-ão, o teu povo se derramará pelos montes, sem que haja quem possa ajuntá-lo.

3.19   Não há cura para a tua ferida; a tua chaga é dolorosa; todos os que ouvirem a tua fama baterão as palmas sobre ti; porque sobre quem não passou continuamente a tua malícia?

Nenhum comentário:

Postar um comentário