quinta-feira, 4 de junho de 2015

DEUS É CONFIÁVEL: S. D. GORDON (1859-1936)




Louvai ao SENHOR e invocai o seu nome; 
fazei conhecidas as suas obras entre os povos. Cantai-lhe, cantai-lhe salmos; falai de todas as suas maravilhas. Gloriai-vos no seu santo nome; alegre-se o coração daqueles que buscam ao SENHOR. Buscai ao SENHOR e a sua força; buscai a sua face continuamente. Lembrai-vos das maravilhas que fez, dos seus prodígios e dos juízos da sua boca, vós, descendência de Abraão, seu servo, vós, filhos de Jacó, seus escolhidos. Ele é o SENHOR, nosso Deus; os seus juízos estão em toda a terra. Lembra-se perpetuamente do seu concerto, da palavra que mandou, até milhares de gerações; do concerto que fez com Abraão e do seu juramento a Isaque, o qual ele confirmou a Jacó por estatuto e a Israel por concerto eterno, dizendo: 
A ti darei a terra de Canaã por limite da vossa herança. Quando eram ainda poucos homens, sim, muito poucos, e estrangeiros nela; quando andavam de nação em nação e de um reino para outro povo, não permitiu a ninguém que os oprimisse, e por amor deles repreendeu reis, dizendo: Não toqueis nos meus ungidos e não maltrateis os meus profetas. Chamou a fome sobre a terra; fez mirrar toda a planta do pão. Mandou adiante deles um varão, que foi vendido por escravo: José, cujos pés apertaram com grilhões e a quem puseram em ferros, até ao tempo em que chegou a sua palavra; a palavra do SENHOR o provou. Mandou o rei e o fez soltar; o dominador dos povos o soltou. 
Fê-lo senhor da sua casa e governador de toda a sua fazenda para, a seu gosto, sujeitar os seus príncipes e instruir os seus anciãos.
Salmo 105: 1-22.

 “Providência” quer dizer que Deus vê adiante como as coisas estão indo, e que Ele cuida para que nada prejudique a confiança de Seu filho obediente. A única preocupação de Jesus no Deserto não era ficar com fome, mas manter-Se fiel. O Pai proveria o pão na hora certa, até mesmo se Ele tivesse que enviar anjos. Se atentarmos para isto, obedeceremos fielmente e inteligentemente. Deus fará com que tudo saia bem.


THE BENT-KNEE TIME.
S. D. GORDON (1859-1936).
AMERICAN SUNDAY-SCHOOL UNION. PHILADELPHIA, 1918, p. 171.

Nenhum comentário:

Postar um comentário