quinta-feira, 11 de junho de 2015

READING HOSEA (KING JAMES VERSION/ALMEIDA REVISTA E CORRIGIDA)

  CHAPTER 8

1 SET the trumpet to thy mouth. He shall come as an eagle
against the house of the LORD, because they have
transgressed my covenant, and trespassed against my law.

2 Israel shall cry unto me, My God, we know thee.

3 Israel hath cast off the thing that is good: the enemy shall
pursue him.

4 They have set up kings, but not by me: they have made
princes, and I knew it not: of their silver and their gold have
they made them idols, that they may be cut off.

5  Thy calf, O Samaria, hath cast thee off; mine anger is
kindled against them: how long will it be ere they attain to
innocency?

6 For from Israel was it also: the workman made it;
therefore it is not God: but the calf of Samaria shall be
broken in pieces.

7 For they have sown the wind, and they shall reap the
whirlwind: it hath no stalk: the bud shall yield no meal: if
so be it yield, the strangers shall swallow it up.

8 Israel is swallowed up: now shall they be among the
Gentiles as a vessel wherein is no pleasure.

9 For they are gone up to Assyria, a wild ass alone by
himself: Ephraim hath hired lovers.

10 Yea, though they have hired among the nations, now
will I gather them, and they shall sorrow a little for the
burden of the king of princes.

11 Because Ephraim hath made many altars to sin, altars
shall be unto him to sin.

12 I have written to him the great things of my law, but
they were counted as a strange thing.

13 They sacrifice flesh for the sacrifices of mine offerings,
and eat it; but the LORD accepteth them not; now will he
remember their iniquity, and visit their sins: they shall
return to Egypt.

14 For Israel hath forgotten his Maker, and buildeth
temples; and Judah hath multiplied fenced cities: but I will
send a fire upon his cities, and it shall devour the palaces
thereof.

Oséias
8.1   Põe a trombeta à tua boca. Ele vem como águia contra a casa do SENHOR, porque traspassaram o meu concerto e se rebelaram contra a minha lei.

8.2   E a mim clamarão: Deus meu! Nós, Israel, te conhecemos.

8.3   Israel rejeitou o bem; o inimigo persegui-lo-á.

8.4   Eles fizeram reis, mas não por mim; constituíram príncipes, mas eu não o soube; da sua prata e do seu ouro fizeram ídolos para si, para serem destruídos.

8.5   O teu bezerro, ó Samaria, foi rejeitado; a minha ira se acendeu contra eles; até quando serão eles incapazes de alcançar a inocência?

8.6   Porque isso é mesmo de Israel; um artífice o fez, e não é Deus; mas em pedaços será desfeito o bezerro de Samaria.

8.7   Porque semearam ventos e segarão tormentas; não há seara; a erva não dará farinha; se a der, tragá-la-ão os estrangeiros.

8.8   Israel foi devorado; agora, está entre as nações como coisa em que ninguém tem prazer.

8.9   Porque subiram à Assíria, como um jumento montês, por si só; mercou Efraim amores.

8.10   Todavia, ainda que eles merquem entre as nações, eu os congregarei; já começaram a ser diminuídos por causa da carga do rei dos príncipes.

8.11   Porquanto Efraim multiplicou os altares para pecar; teve altares para pecar.

8.12   Escrevi para eles as grandezas da minha lei; mas isso é para eles como coisa estranha.

8.13   Quanto aos sacrifícios dos meus dons, sacrificam carne e a comem, mas o SENHOR não a aceitou; agora, se lembrará da sua injustiça e visitará os seus pecados; eles voltarão para o Egito.

8.14   Porque Israel se esqueceu do seu Criador e edificou palácios, e Judá multiplicou cidades fortes; mas eu enviarei um fogo contra as suas cidades, e ele consumirá os seus palácios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário