quarta-feira, 26 de agosto de 2015

APRENDENDO O VALOR DO PERDÃO




JESUS DISSE: "Porque, se vocês perdoarem as pessoas que ofenderem vocês, o Pai de vocês, que está no céu, também perdoará vocês. Mas, se não perdoarem essas pessoas, o Pai de vocês também não perdoará as ofensas de vocês." Mateus 6:14-15 (NTLH).

"Meus irmãos, se alguém for apanhado em alguma falta, vocês que são espirituais devem ajudar essa pessoa a se corrigir. Mas façam isso com humildade e tenham cuidado para que vocês não sejam tentados também." - Gálatas 6:1 (NTLH)

"Se dizemos que não temos pecados, estamos nos enganando, e não há verdade em nós. Mas, se confessarmos os nossos pecados a Deus, Ele cumprirá a Sua promessa e fará o que é correto: Ele perdoará os nossos pecados e nos limpará de toda maldade. Se dizemos que não temos cometido pecados, fazemos de Deus um mentiroso, e a Sua mensagem não está em nós." 1 João 1: 8-10 (NTLH)

"Não paguem mal com mal, nem ofensa com ofensa." 

- 1 Pedro 3:9 (NTLH)

"O Crente espiritual, como pessoa educada na sã Doutrina do Mestre, vê sempre as boas qualidades, antes do que as faltas, porventura cometidas por seus irmãos, pois assim o ensina a Palavra de Deus (Filipenses 2:3). Ademais, Nosso Senhor Jesus Cristo ensinou que devemos, antes de ver o argueiro nos olhos dos outros, procurar remover a trave que se acha atravessada nos nossos. Quem assim não o fizer, pois, poderá dizer sempre: “Senhor, Senhor,” porém está longe de fazer realmente o que o Senhor mandou que se fizesse." - Nadege F. Valente in: Jornal A PENNA EVANGELICA. ANO XII, CUIABÁ-MT, 28 DE AGOSTO DE 1937, Nº 516.

"Então Pedro chegou perto de Jesus e perguntou: — Senhor, quantas vezes devo perdoar o meu irmão que peca contra mim? Sete vezes? — Não! — respondeu Jesus. — Você não deve perdoar sete vezes, mas setenta e sete vezes." - Mateus 18:21-22 (NTLH)

"Todos os homens necessitam de perdão, porque todos os homens são pecadores." John Charles Ryle (1816-1900)

"Portanto, é indesculpável [ não tens desculpa ou defesa ou justificação], ó homem, quando julgas, quem quer que sejas; porque, no que julgas [e passas sentença] a outro, a ti mesmo te condenas; pois [tu que julgas habitualmente] praticas as próprias coisas que condenas [ e censuras e denuncias]. Romanos 2:1 (Amplified Bible)

"O orgulho vê os erros dos outros, mas jamais se identifica com as fraquezas dele. Quando nosso próximo erra, poderíamos reagir assim: “Muito bem, eu mesmo já cometi essa bobagem'; ou 'Entendo o que aconteceu; se não fosse pela graça de Deus eu teria feito o mesmo'." - Floyd McClung Jr.

Nenhum comentário:

Postar um comentário