sábado, 29 de agosto de 2015

CONSAGRAÇÃO A DEUS: Charles Grandison Finney (1792-1875)






    Se quisermos salvar a alma, não poupemos a mão direita, o olho direito, ou qualquer ídolo querido: cuidemos do abandono de toda forma de pecado. [...]. Não fiquemos aquém dos ensinos expressos de Cristo nessa matéria. Seja quem for o pecador, façamos com que compreenda claramente que, se não abandonar tudo que tem, não pode ser discípulo de Cristo. É necessária inteira e universal consagração a Deus de todos os poderes do corpo e da mente, de toda a propriedade, possessões, caráter e influência. Deve haver total abandono a Deus de todo o direito a si próprio ou a qualquer outra coisa, como condição de sua aceitação.

Uma Vida Cheia do Espírito. 
Charles Grandison Finney (1792-1875).
Editora Betania. Belo Horizonte-MG. 
3ª ed., 2014, p. 53-54.

Nenhum comentário:

Postar um comentário