segunda-feira, 31 de agosto de 2015

POR QUE não invoco o Seu nome? - Charles Haddon Spurgeon (1834-1892)



 “E há de ser que  todo aquele que
invocar o nome do Senhor será salvo...”
Joel 2:32

POR QUE não invoco o Seu nome? Por que corro para este ou aquele vizinho, quando Deus está perto e ouvirá o meu clamor mais fraco? Por que me assento, elaboro esquemas, e invento planos? Por que não me lanço de uma vez junto com o meu fardo sobre o Senhor? Honestidade é o melhor corredor — por que eu não corro de uma vez por todas para o Deus vivo? Em vão procuro livramento em qualquer outro lugar; mas com Deus encontrarei livramento; pois aqui tenho o Seu real DEVER para tornar isto certo.

Não necessito perguntar se posso chamá-Lo ou não, pois esta palavra “todo aquele” é muito ampla e compreensiva. Todo aquele significa eu, pois significa qualquer um e todo aquele que invoca o Senhor. Eu, portanto, seguirei a direção do texto, e de uma vez por todas invocarei o glorioso Senhor que fez uma promessa tão grande.

Meu caso é urgente, e não vejo como serei livre; mas isto não é negócio meu. Aquele que fez a promessa encontrará caminhos e meio de mantê-la. É para mim obedecer as Suas ordens; não é para mim dirigir os Seus conselhos. Eu sou Seu servo, não Seu solicitador. Eu O invoco, e Ele me livrará.

THE CHEQUE BOOK OF THE BANK OF FAITH.

Charles Haddon Spurgeon (1834-1892).

NEW YORK: A. C. ARMSTRONG & SON, 1889, p. 16.

Nenhum comentário:

Postar um comentário