sexta-feira, 7 de agosto de 2015

UM HOMEM DE NEGÓCIOS CONFESSANDO A CRISTO: Dwight Lyman Moody (1837-1899)




Quando eu estava na Irlanda eu ouvi sobre um homem que obteve grandes bênçãos de Deus. Ele era um homem de negócios – um proprietário de terras. Ele tinha uma família grande, e um grande número de homens que trabalhava para ele cuidando de seu lar. Ele veio para Dublin e lá encontrou Cristo. E ele veio ousadamente e pensou que quando chegasse em casa iria confessá-Lo. Ele pensou que se Cristo o tinha redimido com o Seu precioso sangue, o mínimo que ele poderia fazer seria confessá-Lo, e contar sobre isto algumas vezes. Então Ele reuniu sua família e os  seus servos, e com lágrimas correndo pelas suas bochechas, ele derramou a sua alma a eles, e contou a eles o que Cristo tinha feito por ele. Ele pegou a Bíblia no lugar em que estava e leu uns poucos versículos do Evangelho. Então ele se curvou sobre seus joelhos para orar, tão grandemente foi o pequeno ajuntamento abençoado que quatro ou cinco daquela família foram convencidos do pecado; eles esqueceram os caminhos do mundo, e aceitaram a Cristo e a vida eterna. Foi como a casa de Cornélio, que experimentou a obra do Espírito Santo. E este homem e sua família não ficaram com medo de seguir a profissão de fé deles.


Moody's Anecdotes.

Dwight Lyman Moody (1837-1899).

Compiled by Rev. J. B. McClure.
Chicago-USA.
Rhodes & McClure,  1887, p.86

Nenhum comentário:

Postar um comentário