domingo, 4 de outubro de 2015

MÊS DA REFORMA PROTESTANTE: MARCAS DA FÉ EVANGÉLICA NO BRASIL - DIA 04




Uma conversão maravilhosa. – A pedido do irmão José Camillo, de Faria Lemos, transcrevemos do “Expositor Christão”, de 29 de junho, parte de uma correspondência de R. F. S., daquela localidade, na qual se narra o fato aludido. É mais uma prova do poder do Evangelho para a salvação dos pecadores. Eis o trecho em questão:

“Domingo, 12, foi recebido à comunhão da nossa Igreja, por batismo e profissão de fé, em Faria Lemos, o nosso irmão Mathias da Silveira Brun. Era ele outrora um homicida terrível, pois conta seis vítimas de sua ferocidade, quando, nas trevas elo pecado, vagava sem Jesus em seu coração. Diz ele ter sido um homem viciado por demais e entregue às mais aviltantes orgias da libertinagem; não possuía amigos, todos se afastavam dele com horror, andava sem paz em seu coração, tendo o espírito sempre sobressaltado; ao ver no caminho ou rua, alguém que dele risse sem motivo, podia contar com uma repreensão severa e ai do que se exaltasse com ele! E muitas outras coisas fez, das quais hoje se envergonha com tristeza no seu coração. Hoje, Mathias é nosso irmão em Cristo, é um homem nascido de novo, cuja transformação se faz patente nas suas palavras, no testemunho de uma vida cristã, graças a Deus!

Há poucos dias, em um hotel, no arraial de Tombos, achando-se o Sr. Mathias com o pastor a cargo de Faria Lemos, que ali havia ido com alguns irmãos para uma série de conferências a realizar-se no salão do Cinema, em presença de diversas pessoas ouviu de um seu irmão carnal as seguintes palavras: “Então, Mathias (pondo a mão sobre os ombro dele), você já é um crente?! Pois nós já contávamos com um irmão completamente perdido! Não sabe que eu contei isso ao Brun? (Dr. Antonio Brun, em Muriaé) e ele me disse que está muito satisfeito com você agora”. Bonito testemunho daqueles dois irmãos inconvertidos, que julgavam o seu irmão perdido, vendo-o agora revivido em Cristo Jesus! Foi esse um momento ditoso de que Deus se serviu, para dizer àqueles dois irmãos: “Este vosso irmão era morto e reviveu; e tinha-se perdido, e achou-se”. (Lucas 15 :32).

Convém dizermos que esse nosso irmão recém convertido desde as valiosas conferências do Rev. Harold Cook, tem recebido instruções nas Sagradas Escrituras e Disciplina da nossa Igreja, procurando com toda a diligência saber destas coisas, e além disso, tem-se interessado ardorosamente pelo estudo da Revista da Escola Dominical, procurando duas vezes na semana o pastor para ensiná-lo a estudá-la.

Damos graças a Deus por tão maravilhosa operação do Espírito Santo no coração de um tal homem!

Eis aí, meus irmãos e amigos, um dos milagres do Protestantismo!”

Jornal O Estandarte. Ano XXIX, Nº 40, São Paulo, 06 de Outubro de 1921, p. 14.

Nenhum comentário:

Postar um comentário