quarta-feira, 4 de novembro de 2015

TOMANDO O BARCO ERRADO: Dwight Lyman Moody (1837-1899)




 Um pastor metodista, estava indo para uma reunião no campo, mas por um erro, ele passou para o barco errado. 

Ele descobriu que ao invés de estar indo para o encontro religioso, ele estava indo para uma corrida de cavalos. Seus companheiros de viagem estavam apostando e discutindo o evento, e toda a atmosfera era estranha à sua natureza. Ele suplicou ao capitão que parasse o seu barco e o deixasse sair na primeira parada, pois os arredores eram muito desagradáveis para ele. 

A história também relata como, na mesma ocasião um esportista, pretendia ir à corrida, e por algum erro achou-se no barco errado, indo para a reunião no campo. A conversação ao redor dele  não era mais entendível do que a conversa ao redor do homem no primeiro exemplo, e ele, também, suplicou ao capitão para parar e deixá-lo sair do barco. 

Agora, o que é verdadeiro nestes dois casos é praticamente verdadeiro com todo mundo. Um cristão verdadeiro é infeliz onde não há companhia cristã, e não é fácil um homem não regenerado estar onde há somente cristãos. O futuro de um homem será de acordo com o que ele está preparando aqui. Se não há regeneração, o céu não será atrativo para ele. O céu é um lugar preparado para um povo preparado.  
Moody's Stories:
Being a Second Volume of Anecdotes.
Incidents and Illustrations
By Dwight Lyman Moody (1837-1899)
Authorized Colection.
Fleming H. Revell Company,1899, p. 14-15.

Nenhum comentário:

Postar um comentário