quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Escondendo-se de Deus



 “E chamou o Senhor a Adão e disse-lhe: onde estás? 
Gênesis 3:9

  Esta história de Adão é um quadro vivo de todos os pecadores. E, debaixo deste ponto de vista, quero dirigir a todos em geral alguns ensinos que possam servir para despertar os indiferentes e infiéis.
    Não há razão para o pecador se esconder de Deus, um Deus de amor e de bondade, cujas bênçãos não podemos enumerar? Há só uma explicação: é a consciência da corrupção e do pecado. Neste estado decaído e degradante não quer ouvir a Palavra de Deus, não quer atender ao chamado divino. Tudo que é santo e puro lhe incomoda. Adão escondeu-se de Deus por causa do seu próprio pecado. A voz de Deus lhe era incomodativa.
     Agora como um culpado e transgressor não lhe agrada mais a presença d’Aquele que lhe havia dispensado tantos privilégios.
    Todos os pecadores fogem da Palavra de Deus, do Seu Evangelho como um devedor covarde esquiva-se de Seu credor.
     Não vos estais escondendo de Deus?
     Notemos agora como o pecador procura se esconder de Deus. neste jardim (o mundo), à semelhança de Adão, ele pretende abrigar-se por detrás das árvores dos vícios, como: a bebida, o jogo, os bailes, os teatros, etc. E com um calculado cinismo diz que sente-se perfeitamente bem, e que: “O Senhor não nos vê; já desamparou o Senhor a terra.” Ezequiel 8:12
    Não é verdade, amigos, que Deus vos está chamando constantemente para aceitardes Seu glorioso Evangelho e procurares vos esconder nalguma árvore das que acabo de mencionar.
     Uma coisa é certa e incontestável: a impossibilidade do pecador se esconder de Deus. Provemos isto com a Palavra do Senhor. “Não há criatura alguma encoberta diante Dele; antes todas as coisas estão nuas e patentes aos olhos d’Aquele com quem tratamos.” Hebreus 4:13. “O Senhor olha desde os céus e está vendo a todos os filhos dos homens. Do lugar da Sua habitação contempla todos os moradores da terra.” Salmos 33:13-14. “Para onde me irei do Teu Espírito, ou para onde fugirei da Tua face? Se subir ao céu, lá Tu estás; se fizer no inferno a minha cama, eis que Tu ali estás também.” Salmos 139:7-8.
    Não só é impossível o pecador se esconder de Deus, como também os seus pecados não ficam encobertos. Adão não se pode esconder de Deus, e muito menos pode ocultar seus pecados. “Diante de Ti puseste as nossas iniquidade; os nossos pecados ocultos à luz do Teu rosto.” Salmo 90:8. “Deus há de trazer a juízo toda a obra, até tudo o que está encoberto, quer seja bom quer seja mau.” Eclesiastes 12:14
     Como procurará o pecador justificar? É possível que apresente desculpas semelhantes as de Adão e Eva: “A mulher me deste...” “A serpente me enganou...”
      Temos estudado que todo o pecador procura se esconder de Deus; que o esconderijo são os vícios e gozos do mundo; e que é impossível o pecador se ocultar da vista de Deus.
    É evidente que em tais circunstâncias a raça humana está em sérios embaraços, porque não há nenhum justo, todos são pecadores.
    Mas o pecador desalentado não deve desanimar. Há um Ente que nos pode apresentar a Deus sem sermos vexados e condenados. Esta pessoa é Jesus Cristo, o Filho de Deus, que convida o pecador. “Vinde a Mim todos os que estais cansados e oprimidos, e Eu vos aliviarei” – S. Mateus 11:28. Deve-se ir a Jesus com fé. Porque “sendo justificados pela fé temos paz com Deus por nosso Senhor Jesus Cristo” Romanos 5:1. – J. L.

O ESCUDEIRO BAPTISTA.
ANO I, Nº 04, CAMPOS-RJ, ABRIL DE 1909. p.01

Nenhum comentário:

Postar um comentário