sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

O ESPÍRITO SANTO-UMA PESSOA: ROY HESSION



    O Espírito Santo não deve ser considerado como uma simples influência. Ele é uma Pessoa, a terceira Pessoa da Trindade, tanto quanto Deus o Pai e Deus o Filho. No Novo Testamento, as referências a Ele são feitas em termos de “este”, e não de “isto”. Em João 16:13, por exemplo, lemos: “Quando vier, porém, o Espírito da verdade, Ele vos guiará a toda a verdade”. A palavra grega traduzida por Espírito é pneuma que é uma palavra de gênero neutro, mas, contrariamente ao que seria de se esperar, gramaticalmente, o pronome pessoal que a ela se refere é ele, masculino, e não um pronome neutro.

    Sendo assim, prostremo-nos em adoração ante este augusto membro da Divindade. A Ele foi entregue a realização dos planos celestes com referência à terra. O Pai deu toda autoridade ao Filho (Mateus 28:18), mas o exercício dessa autoridade na terra é obra do Espírito Santo. Ele é o executivo da Divindade, e como tal nós O encontramos agindo por todo o livro de Atos, que poderia mais precisamente ser chamado de “Atos do Espírito Santo”, em vez de “Atos dos Apóstolos”.

Enchei-vos agora!. Roy Hession.
Editora Betânia.  2. ed. Belo Horizonte-MG, 2009, p. 10-11.

Nenhum comentário:

Postar um comentário