sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

REMÉDIO CONTRA O VÍCIO DA BEBIDA



31 Anos Bêbado! Durante trinta e um anos permaneceu um pobre ébrio atolado em todas as misérias da depravação, objeto de horror para os outros e de nojo para si próprio. Levou a uma morte prematura sua mãe e sua mulher e cortou também a carreira dos filhos. Esse desgraçado, ouvindo pregar o Evangelho da cruz de Cristo, do imenso e infinito amor do Salvador, e do perdão pleno da regeneração e transformação de vida e caráter oferecidos a ele por Cristo, enterneceu-se com tanta sublimidade, e convenceu-se ali mesmo do seu horrendo estado pecaminoso, digno de eterna perdição. Achou no sangue precioso do Senhor Jesus salvação tanto para o seu corpo como para a sua alma.

    Eis aí, então o remédio, o único remédio contra o vício da embriaguez: – a gloriosa salvação de Cristo. 

    Ninguém tão depravado, que Cristo não possa purificar. Ninguém tão rebelde, que Cristo o não possa perdoar. Ninguém tão atolado na miséria, que Cristo não o possa arrancar. A salvação que Cristo oferece à raça humana penetra as mais profundas condições de degradação moral. O braço Onipotente e Excelso de Cristo tem poder para salvar o pecador mais abominável, mais infame e mais asqueroso existente na face deste nosso mundo.

O Mensageiro.
Ano 3, Nº 12, São Francisco do Sul-SC. Agosto de 1916, p. 3-4.

Nenhum comentário:

Postar um comentário