segunda-feira, 16 de março de 2015

Tudo o que pedirdes AO PAI, EM MEU NOME, EU VO-LO FAREI



 Tudo o que pedirdes

AO PAI, EM MEU NOME, EU VO-LO FAREI

    Que extensão enorme tem esta promessa: Tudo o que pedirdes! É a resposta antecipada a tudo aquilo que ele pode esperar de um protetor onipotente. Em Seu caráter de grande dispensador de graça, Jesus parece dizer a Seus filhos: Toma esta folha de papel com a minha assinatura; escreva nela tudo o que quiseres pedir. E depois de o houvermos feito, Ele confirma a Sua promessa, dizendo: “Eu o farei.”

    Notai ainda, que Ele manda-nos pedir em Seu nome. Que grande prova de Seu amor! Quem neste mundo pede um favor, procura se escudar com o nome de algum protetor influente; pois bem, Jesus nos dá o Seu nome, como o meio de nos abrir o coração de Deus!

    Soldado da legião de Cristo, em tua armadura nunca te esqueças da oração. É ela que conserva a força e o brilho às armas de Deus. Durante a noite das campanhas terrestres, enquanto estás acampado neste mundo inimigo, acende sempre o teu archote no altar da oração; é essa luz que te há de guiar nos desfiladeiros sombrios desta vida tortuosa e cheia de obstáculos. Entrega a tua causa nas mãos do Redentor; não receies importuná-lo, ou cansar a Sua benevolência; Ele está sempre pronto a ouvir-te, a animar-te, a consolar-te, assim como o Pai põe a Sua glória em abençoar-te.
   
IMPRENSA EVANGELICA.
VOL. XXIII, Nº 20, 15 DE MAIO DE 1887, p. 158.

Nenhum comentário:

Postar um comentário