terça-feira, 14 de abril de 2015

Um negociante ajudado por meio da oração



 Um homem começou um negócio por sua conta. Tinha economizado uns centos de libras, e empregou esse capital todo num artigo que infelizmente teve pouca saída. Dia após dia passava-se e ele não fazia nada. Quando chegou, em casa num sábado à noite, contou tudo a sua mulher. Ambos resolveram expor todo o caso diante de Deus e fervorosamente pedir-lhe a sua simpatia e guia. O marido e a mulher ajoelharam-se e oraram a Deus. Na Segunda-feira voltou à casa de negócio e não tinha lá estado tempo quando entrou um freguês e perguntou por certo artigo. O negociante mostrou-lhe o que tinha; então o freguês mandou fazer algumas alterações e levou o objeto. Daí as suas mercadorias começaram a ter saída e uma carreira de prosperidade começou e continuou sem interrupção. O nome deste negociante desde então é muito conhecido naquele lugar.


O CHRISTÃO.
ANO I, Nº 1, RIO DE JANEIRO-RJ, JANEIRO DE 1892, p. 7.

Nenhum comentário:

Postar um comentário