sábado, 25 de julho de 2015

LEVANDO A CRUZ: EDGAR WHITAKER WORK (1862-1934)



 " Se alguém quiser vir após Mim,
renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz.”
Mateus 16:24.
Há uma cruz para nós, assim como houve uma cruz para nosso Mestre. Se nossa fé não traz um espírito sacrificial em nossas vidas, temo que ela tenha alguma coisa que passa longe do Calvário. O que significa tomar a cruz? Como podemos relatar o espírito sacrificial para a nossa vida diária habitual? Tomar a nossa cruz significa ser participante no sofrimento de Cristo. Há uma porção do sofrimento de Cristo que pertence a nós  como discípulos. Temos que tomar nossa posição junto com o Mestre e entrar em Seu sofrimento, não na plenitude dele, não na tragédia dele, mas pelo menos no significado dele. E isto é tomar a cruz. Pois que, quando tornarmos a nossa vida, traremos um espírito sacrificial naquilo que fizermos. E você verá de uma vez, eu estou certo como a vida Cristã é elevada sobre a falta de brilho, sobre a rotina, sobre a mesmice, e vai para um verdadeiro nível de sublimidade, o tipo de sublimidade que agrupa ao redor da cruz. “Alegrai-vos,” disse o apóstolo Pedro, “no fato de serdes participantes das aflições de Cristo.”

Every Day.
EDGAR WHITAKER WORK (1862-1934).
AMERICAN TRACT SOCIETY.
New York-USA, 1915, p. 204.

Nenhum comentário:

Postar um comentário