sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Não Tenho Lugar...




      “Não tenho lugar para orar,”disse uma garotinha com voz de lamento um dia, quando sua professora estava falando a ela sobre oração. Ela vivia em um alojamento, de três pequenos cômodos, com seu pai e sua mãe e seis irmãos e irmãs. Não havia muita chance dela ficar sozinha, certamente.

     Mas sua professara disse a ela que ela poderia algumas vezes escapar para um dos quartinhos escuros e fechar a porta. Lá ela poderia estar a sós com Deus, e o resto da família não sentiria falta dela por uns poucos minutos. Minnie prometeu tentar isto.

        Quase todo mundo pode achar um canto solitário para orar se querer. Uma vez ouvi falar de um homem que trabalhava  em uma grande oficina mecânica, que, depois de almoçar ao meio dia, costumava entrar dentro de uma velha caldeira para orar. Um de seus companheiros descobriu isto, e perguntou se ele poderia ir também. Então outros vieram, e pouco tempo depois eles tiveram completamente uma pequena reunião de oração na velha caldeira, e almas foram salvas lá.

      Conheci um homem vivia em uma pequena casa, e sempre saía para o celeiro para orar. Conheci uma jovem garota que não podia ter uma chance para oração em secreto até que todo o trabalho do dia de uma grande família estivesse feito, e então ela tinha que descer ao celeiro para ficar sozinha. Mas que doces períodos de oração ela tinha, quando ela descia para lá já no escuro! 

   Lemos em Atos 10:9 que Pedro quando estava em Jope subiu ao terraço para orar, quase à hora sexta.”


Deus está em todo lugar. Se não podemos ficar a sós, podemos orar a Ele em nossos corações. Ele pode ouvir até mesmo uma oração em pensamento.

Porque os olhos do Senhor estão sobre os justos, e os Seus ouvidos, atentos às suas orações.” (1 Pedro 3:12)

Messages of the Love of God.
VOL. XVII, ST. Louis-Missouri, September, 26, 1915, 
Nº 22, p. 90. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário