segunda-feira, 7 de setembro de 2015

ATIREM AGORA SE SE ATREVEM!




   Não temos lembrança duma ilustração mais frisante do valor protetor do sangue de Cristo do que o seguinte fato, que se deu há poucos anos.

Numa certa cidade foi preso um súdito inglês por, haver-se imiscuído numa tentativa de revolta. Processado imediatamente, foi condenado à morte, devendo ser fuzilado. Em seguida foi conduzido para junto de um paredão ficando de frente para um pelotão de soldados que ali já se achavam para levarem a efeito a sentença. Em vão se haviam empenhado os cônsules inglês e americano pela anulação da sentença.

   Já se achava tudo preparado e o comandante prestes a dar a ordem de fogo, quando o cônsul inglês correndo apressadamente para junto do pobre homem atirou sobre ele, envolvendo-o, a bandeira inglesa e gritou: ATIREM SE SE ATREVEM!

   O cônsul americano, por sua vez, correu e envolveu o condenado na bandeira de sua República e ficou firme ao seu lado para ver em que paravam as coisas.

     Nada mais foi preciso. O oficial susteve o brado de fogo e o homem são e salvo foi entregue à proteção do representante de sua Nação.

     O pecador que crê em Cristo é salvo por se achar envolto na veste cândida da santidade e da pureza de Cristo. “Não há condenação para os que estão em Cristo Jesus.” O pecador é remido pelo sangue precioso de Cristo e amparado e protegido por Deus como filho Seu.

Jornal O CORREIO EVANGELICO.
ANO V, Nº 03, MARANHÃO, 30 DE SETEMBRO DE 1918.
Disponível em:  
http://www.cultura.ma.gov.br/portal/bpbl/acervodigital/

Nenhum comentário:

Postar um comentário