domingo, 4 de outubro de 2015

De quem sois?




Eu sou de Paulo, eu sou de Apolo. Eu sou de Cristo.

Quem é Paulo, quem é Apolo e quem é Cristo?

Paulo plantou, Apolo regou, mas ambos eram ministros Daquele cujo Evangelho pregaram.

Nem Paulo pelo que plantou, nem Apolo pelo que regou, eram alguma coisa, mas sim Deus, que dá o crescimento. Cooperadores de Deus, aqueles a quem eles anunciaram o Evangelho eram agricultura de Deus. Na seara de Deus os que plantam e os que regam só buscam frutos para o celeiro do Senhor.

O Apóstolo S. Paulo escrevendo aos Coríntios notificou-lhes o seu erro na escolha que faziam dos pregadores do Evangelho, e em vez de agradecer-lhes as apologias que lhe faziam e ao seu comapnheiro, e de ufanar-se com a escolha que alguns faziam dele, antes mostrou que nenhum merecimento tinha e que tudo vem de Deus que dá o espírito de sabedoria, a quem não só os Coríntios, mas todo o povo cristão deve dar louvores.

Eu sou de Cristo.

Os homens podem escolher pregadores, porém quanto a Jesus Cristo, este é quem escolhe os homens. Ele diz: “Vós não fostes os que Me escolhestes a Mim; mas Eu fui o que vos escolhi a vós.” 
S. João 15:16.

Aquele que é de Cristo, é uma nova criatura, e isto não é obra do homem; nem alguém vai a Cristo, se Deus o não levar.

O espírito de partido é sempre uma tendência da humanidade. Mas quando os ministros de Cristo pregam só a Jesus Cristo crucificado, e se acham possuídos do espírito evangélico, eles não podem como Paulo, aceitar louvores em prejuízo dos louvores que devem ser tributados ao Cordeiro imaculado de Deus.

Quem é Cristo?

Paulo e Apolo eram servos, e Cristo, o Senhor. Paulo não foi crucificado pelos homens, nem Apolo bebeu o cálix da amargura. Paulo não fez promessa, nem Apolo enviou o Espírito. Mas Cristo tudo fez por ingratos pecadores.

Pelo bem que Ele faz ainda, os que Nele creem recebem abundância de vida, do dom e da justiça. Cristãos: Este belo nome não vos dá Paulo nem Apolo, nem ministro algum do Evangelho. Eles sim vos anunciam o autor da salvação. Considerai a uma tais pessoas, mas confiai em Jesus, porque nenhum vos pode dar o arrependimento para a remissão de vossos pecados. O Evangelho é de Jesus Cristo, e é a fé que Ele dá que tendes professado, a qual produzirá em vós amor para com Deus e para com os seus ministros, e assim mostrareis que sois de Cristo porque Cristo é de Deus.
JORNAL IMPRENSA EVANGELICA.
ANO X, Nº 16. Rio de Janeiro, 29 de Agosto de 1874, p. 126-127.

Nenhum comentário:

Postar um comentário