quinta-feira, 5 de novembro de 2015

UM BOM AMIGO




      Em certa ocasião, um homem foi acusado diante do monarca de seu país de certos crimes, e o rei mandou que por consequência disto fosse condenado à morte. O pobre homem não tardou em saber, e ficou com grande angústia, ao considerar que haveria de deixar os seus filhos na maior miséria.

     Depois de meditar bem, se decidiu a ir ajoelhar-se aos pés do rei, buscando antes alguém para acompanhá-lo ao interceder por sua vida. Assim é que fui ver um amigo dele, mui conhecido e estimado do rei, solicitando dele que o acompanhasse. Seu amigo o tomou pela mão, trouxe-lhe à presença do rei, ele pediu-lhe para salvar a vida daquele homem por sua amizade e por amor a ele.   

       “Assim mesmo Jesus pode salvar eternamente aos que por Ele se achegam a Deus, vivendo sempre para interceder por eles.”

      Queridos leitores, vocês têm se achegado a Deus por meio de Cristo Jesus, a fim de obter o perdão de vossos pecados por amor a Cristo? Se não tendes feito isto, faça agora, e serás felizes para sempre.

EL EVANGELISTA.
TOMO II, Nº 25, MONTEVIDEO, FEBRERO 22 DE 1879, p. 197.

Nenhum comentário:

Postar um comentário