quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

VINDE A JESUS




 


QUEM É JESUS?

É esta uma pergunta muito importante, porque ninguém pode convenientemente acudir ao convite: “Vinde a Jesus,” sem um conhecimento correto de quem Ele é. Muito depende da resposta que dermos à questão: “Que pensais vós de Cristo?”

JESUS É DEUS

     Antes que Ele aparecesse na terra, tinha da eternidade possuído todas as perfeições da Divindade. Como o Pai é Deus, assim também Jesus é Deus. Isto é um grande mistério, porém, é uma grande verdade. A Bíblia claramente o declara. Ele é chamado 
“O Verbo”; e S. João diz-nos: “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. todas as cousas  foram feitas por Ele, e nada do que foi feito, foi feito sem Ele.” E: “O Verbo se fez carne, e habitou entre nós. Falando de Si mesmo disse Jesus: “Antes que Abraão fosse feito, sou Eu.” Ele referindo-se à glória que tinha com o Pai antes do começo do mundo, declarou: “Eu e o Pai somos uma mesma cousa”. Diz-se nos que Ele é o esplendor da glória do Pai,” a imagem do Deus invisível, “Deus manifesto em carne”; que “Ele era ontem, e é hoje, o mesmo também será por todos os séculos;” e que “Nele corporalmente habita toda a plenitude da divindade.”

     Jesus, portanto, é Deus; e é perfeito em poder, sabedoria e bondade. Nada há que Ele não possa fazer; e como Ele nunca pode mudar, nunca será infiel à Suas promessas. Pobre pescador, este é justamente um Salvador tal como precisais. Se carecêsseis de um defensor de algum grande perigo ireis ter com alguém que fosse poderoso. Quem é tão poderoso como Jesus? Tudo o que Deus pode fazer, Ele pode. Não há dificuldades, perigos ou inimigos que Ele não possa vencer por vós. Qualquer que for vossa fraqueza, sua força será toda suficiente. Não é qualquer frágil semelhante, não é mesmo um anjo em quem devais confiar. É um ente infinitamente mais alto que todos os seres criados – o próprio grande Deus, poderoso para salvar. Deveríamos ter motivos para temer se algum inferior fosse nosso Salvador. Porém podemos sentir-nos inteiramente seguros quando Aquele que empreende salvar-nos, é o Senhor do Céu e da terra. Quem pode fazer-nos mal, se Ele promete socorrer-nos? “Se Deus é por nós, quem será contra nós?” Seu poder, sabedoria, santidade, e bondade são todos empregados em proveito nosso, logo que vimos a Jesus. com um tal Salvador não podemos perecer. “Ele pode salvar perpetuamente.”

IMPRENSA EVANGELICA.
        VOL. II, Nº 15. Sábado, 4 de Agosto de 1866, p. 119.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário