sábado, 27 de agosto de 2016

Ele é o Salvador dos pecadores




Ele é o Salvador dos pecadores

“Fiel é esta palavra, e digna de toda a aceitação que Jesus Cristo veio a este mundo, para salvar aos pecadores.” “A este elevou Deus por Príncipe e por Salvador.” Este motivo só trouxe a Ele a nosso mundo ímpio.

E como salva? Pondo-se em nosso lugar e sofrendo o castigo que merecíamos;

Temos transgredido a lei, mas Ele a tem perfeitamente guardado; porque “era santo, inocente, imaculado, segregado dos pecadores”.

Nós merecíamos a morte pelos nossos pecados. “A
alma que pecar, essa morrerá”. Mas Ele morreu por nós.
“Deu sua vida em redenção por muitos.” Nós estávamos
debaixo, da maldição. “Maldito todo o que não permanecer em todos as cousas que estão escritas no livro da lei, para fazê-las.”Porém, “Ele foi feito maldição por nós.”

Ele foi ferido pelas nossas iniquidades, foi quebrantado pelos nossos crimes, e nós fomos curados pelas suas pisaduras. Ele levou os nossos pecados em seu corpo sobre o madeiro. “Foi por isso que Se fez homem, um objeto de desprezo e o último dos homens, um varão de dores, e experimentado nos trabalhos.”

Ele “carregou com as nossas dores.” “Foi por isto que sofreu a tentação, gemeu no Getsêmani, em sua agonia suou grossas bagas de sangue, foi açoitado, cuspido, coroado, de espinhos, e pregado na cruz; “Deu Sua vida em redenção por muitos.”

Éramos escravos; veio libertar-nos. Mas o preço que pagou, foi Seu próprio sangue. “Remidos com o sangue precioso de Cristo.”

Éramos prisioneiros, condenados a morrer, mas Ele deixou o trono de Seu Pai, veio e pôs-se em nosso logar, dizendo: “morrerei por eles para que sejam perdoados e vivam para sempre.”E agora que Ele voltou para Sua glória no céu, vive para salvar-nos. Vela sobre nós, fala-nos por Sua Palavra e por Seu Espírito; escuta nossas orações; advoga nossa causa; fortalece-nos em nossa fraqueza, e vive sempre a interceder por nós.”Assim salva-nos tanto por sua morte como por sua vida. Tem pago todas as nossas dívidas e está pronto a suprir todas nossas necessidades. Aqueles que Nele confiam salva do ferrão da morte, e livra-os da condenação no dia de juízo.

Havemos de aparecer perante o Juiz como pecadores culpados; porém se pudermos usar dessa defesa; “confiei em Jesus que morreu por mim,” Ele nos declarara logo amplamente quites, perdoados, salvos.

Ele vos diz, leitor: “Pobre pecador, tu estás em perigo do inferno; mas te eu hei trazido um perdão livre, ei te comprado com meu próprio sangue. Morri por ti, posso salvar-te. Vem a mim.

Lede Isaías 53; Atos 10: 34-43, 13:16-41; Romanos 5; 
Gálatas 3:13; I Timóteo 1:15; Hebreus 9:11-28; I Pedro 1:18, 19, 2: 24.
(Traduzido)

Jornal Imprens Evangelica. Vol. II, nº 19.
Rio de Janeiro-RJ, 6 de Outubro de 1866, p. 148.
<Disponível em: memoria.bn.br>

Nenhum comentário:

Postar um comentário