quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

REFLETINDO O NATAL: PARTE XV




REFLETINDO O NATAL: PARTE XV

 O PERDÃO DE DEUS
(Daiane Firme Cavalcante)

Vinde, então, e argui-me, diz o SENHOR; 
ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; 
ainda que sejam vermelhos como o carmesim, 
se tornarão como a branca lã. Isaías 1:18

        Cristo perdoou todos os nossos pecados lá na Cruz, mas é necessário que o pecador entenda que o perdão dado por Cristo não é uma licença para que Ele continue a viver a vida cristã como bem desejar. 

      O amor de Deus é tão puro que exige que aquele que deseja ter comunhão com Ele se afaste completamente do pecado. Deus é Luz, e, portanto, as trevas não podem habitar em Sua santa presença.

Nenhum comentário:

Postar um comentário