quarta-feira, 18 de outubro de 2017

REFLETINDO A REFORMA PROTESTANTE - Dia XVIII: A Cruz do Salvador



Dia XVIII: A Cruz do Salvador

A CRUZ DE CRISTO

Se o martírio de Jesus, a Sua paixão, o Seu sacrifício, toda essa demonstração perfeita do amor de Jesus que se humilhou até à morte e morte infamante de cruz, se tudo isso for compreendido por uma sequiosa de salvação, não terá dúvida em compreender que o seu principal inimigo é o orgulho, a vaidade e a pretensão.
E essa alma esforçar-se-ia com o auxílio do Espírito Santo, por vencer esses amigos, lançar-se-ia aos pés de Jesus, receberão o perdão e a graça para uma vida de consagração, preferindo tudo quanto for bom, santo, justo, louvável, de bom nome, adquirindo assim a posse e a absoluta certeza da salvação. – J.C.

Extraído de: Jornal A Penna Evangelica.

Cuyabá-MT, Ano X, nº 369, 15 de Dezembro de 1934, p. 4.


Pensamento: Quando Deus não está no barco, não se navega bem. Martinho Lutero (1483-1546)

terça-feira, 17 de outubro de 2017

REFLETINDO A REFORMA PROTESTANTE- Dia XVII: Meu amigo, hoje, tu tens a escolha



Dia XVII: Meu amigo, hoje, tu tens a escolha

TUA DECISÃO

“Que farei, de Jesus chamado Cristo?” Não, meu amigo, essa não é a pergunta. A pergunta será então: O que é que Jesus fará comigo? A pergunta agora é: “O que farei com Ele?” O que Jesus fará contigo então, depende do que fizeres com Ele agora.

O que farei eu? Terás que fazer alguma coisa. Uma decisão precisa ser tomada. Que farei? É uma questão individual. Ninguém pode decidir por ti. Terá que decidir por ti mesmo. Fa-lo-ei, então, com Jesus?

Não importa muito a que igreja te filies ou como foste batizado. Tudo que importa, antes de mais nada, é a tua relação, com Jesus Cristo. O que irás fazer com Jesus? O que farei? Não é, o que crerei, mas o que farei. Não é um problema intelectual. Tem que ver, não com a cabeça, mas com o coração e a vontade. Não importa o que crês; decide-te quanto ao que irás fazer. Irás aceitar ou rejeitar? Tua decisão determinará teu destino eterno.

Portanto, peço-te que te decidas e decidas agora. Não deixes para amanhã. Resolve hoje. Amanhã poderá ser tarde demais. “Eis agora o tempo sobremodo oportuno, eis agora o dia da salvação” (II Coríntios 6:2). Qual será então a tua resposta? Se O aceitares, serás salvo. Se O rejeitares estarás perdido. Então, aceita-O e aceita-O agora.

Extraído de: O País que eu amo, Oswald J. Smith


Pensamento: A Palavra de Deus é a relíquia das relíquias, 
a única, na verdade, que nós cristãos reconhecemos e temos. 
Martim Lutero (1483-1546)

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

REFLETINDO A REFORMA PROTESTANTE - Dia XVI – O Sacrifício de Jesus



Dia XVI – O Sacrifício de Jesus

Porque Jesus morreu na cruz
Autor: Gordon H. Baker

O amor de Deus é a causa suprema atrás do Calvário. Esta é a verdade fundamental que o mundo necessita conhecer hoje. Os homens vivem na miséria espiritual porque não conhecem a Deus. Receiam-no , porque o imaginam irado e pronto a castigá-los. Eles necessitam ouvir a alegre mensagem de que “Deus amou o mundo de tal maneira que lhe deu o Seu Filho Unigênito, para que todo o que Nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.” Esta mensagem de salvação do pecado, por meio do sacrifício divino, é tão necessária hoje como em tempos passados e como o será em tempos futuros. O coração pecaminoso do homem, suspira por um Deus que ama até o príncipe dos pecadores e que pode revelar a mensagem daquele amor no sacrifício que fez.

Extraído de: Jornal Baptista, Ano XXVI, nº 27. 
Rio de Janeiro-RJ, 8 de Julho de 1926, p.1.

Pensamento: Um cristão é um ser alegre, mesmo que passe pelo maior desgosto, pois o seu coração se alegra em Deus.

Martim Lutero (1483-1546)

domingo, 15 de outubro de 2017

REFLETINDO A REFORMA PROTESTANTE - Dia XV: O Livro de Deus A Bíblia – O Livro Maravilhoso (Dyson-Haynes)



Dia XV: O Livro de Deus
A Bíblia – O Livro Maravilhoso (Dyson-Haynes)

Os outros livros são da terra; este é do céu. Não penso, nem digo que este livro contém as palavras de Deus: ele á a Palavra de Deus. Não considereis apenas como um bom livro, ou mesmo o melhor livro, mas retende-o no vosso corpo e na vossa fé, não como palavra de homem, mas como é, em verdade, a Palavra de Deus. Mais ainda: como a Palavra viva, do Deus vivo – sobrenatural em sua origem, de valor inestimável, infinita em escopo, divina em autoria, ainda que escrita por mãos humanas, regeneradora em poder, infalível em autoridade, pessoal em aplicação, inspirada na sua totalidade! (The Watchman Examiner)


Pensamento: Vivemos rodeados da bênção de Deus e não nos damos conta disso. Martim Lutero (1483-1546)

Extraído de: Jornal Baptista, Ano XXVIII, nº 16. 
Rio de Janeiro-RJ, 19 de Abril de 1928, p.1.

sábado, 14 de outubro de 2017

REFLETINDO A REFORMA PROTESTANTE Dia XIV: Cristo nos salva do pecado



Dia XIV: Cristo nos salva do pecado

Que é regeneração? D.L. Moody

Que deve, pois fazer uma pessoa para nascer de novo? Simplesmente isto?Crer que é uma criatura totalmente perdida. Crer que Jesus é um Salvador perfeito e eterno, que o seu sacrifício na cruz é suficiente para redimir a criatura humana. Aceitar esse Salvador e esse sacrifício como feito por si mesmo; e o resto, o novo nascimento, é o Espírito Santo quem o faz. Faça o homem aquela sua parte, que o Espírito Santo jamais deixará de fazer a sua. Experimente e verá se isso é ou não exato.

Extraído de: Jornal Baptista, Ano XXII, nº 45. 
Rio de Janeiro-RJ, 30 de Novembro de 1922, p.1.


Pensamento: Todas as nossas orações devem fundamentar-se e apoiar-se na obediência a Deus. Martim Lutero (1483-1546)

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

REFLETINDO A REFORMA PROTESTANTE - Dia XIII: O Poder Transformador de Cristo



Dia XIII: O Poder Transformador de Cristo

“Se alguém está em Cristo, é uma nova criação.”
II Coríntios 5:17

“Cristo encontra o cego e dá-lhe a vista, o surdo e dá-lhe audição, ao mundo solta-lhe a língua, ao leproso cura-lhe a lepra e até ao morto restitui a vida.

     Cristo, do mais vil metal, faz ouro do mais alto quilate. Pelo Evangelho, toca no coração do beberrão e jogador, do perverso e desordeiro, do mentiroso e caluniador, do dissoluto e devasso, cuja fama cheira pior que um cadáver insepulto de quatro dias, e torna-o um exemplar chefe de família, um cidadão altruísta, cumpridor dos seus deveres, utilíssimo à Pátria e à humanidade. – José L. Lopes


Extraído de: Jornal Baptista, Ano XXVIII, nº 2. Rio de Janeiro-RJ, 12 de Janeiro de 1928, p. 1.

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

REFLETINDO A REFORMA PROTESTANTE - Dia XII: Purificação



Dia XII: Purificação

Um dos grandes ganhadores de almas nos Estados Unidos, J. D. Folsom, fala-nos de uma reunião havida em sua igreja quando se manifestou cuidadosa análise de cada coração. O ministro disse aos presentes que só Deus podia mostrar-lhes sua verdadeira condição e que unicamente Ele poderia sondar o coração e trazer à luz de nossa consciência o bem ou o mal que porventura esteja oculto à análise de nosso próprio coração. Então o pastor pediu que todos se ajoelhassem e permanecessem silenciosamente na presença de Deus aguardando tal revelação a cada alma, e que orassem: "Sonda-me, ó Deus”. Após alguns minutos de silêncio, ouviram-se vários soluços, que iam aumentando. O recinto se transformou em um vale de lágrimas. "Sucedeu que, falando o anjo do Senhor estas palavras a todos os filhos de Israel, levantou o povo a sua voz e chorou. Daí chamarem a esse lugar Boquim; e sacrificaram ali ao
Senhor" (Juízes 2.4-5). Passado algum tempo, disse o ministro: "Se descobristes algo em vosso coração que vos surpreendeu e que vos molesta, falai”. Imediatamente um dos oficiais da Igreja se pôs de pé e exclamou: "Oh! O meu coração, o meu coração! Nunca imaginei que nele houvesse tanta coisa; orai por mim!" E caiu de joelhos ali mesmo onde estava. Em seguida, várias orações subiram ao trono da graça. Poucos dias depois ele se achava perfeitamente livre das tendências pecaminosas que descobrira em si próprio.

Extraído de: O Poder do Espírito Santo, George W. Ridout, São Paulo-SP, Imprensa Metodista, 3ª ed., 1973.


Pensamento: Um coração repleto de alegria vê tudo claro, mas, para um coração triste, tudo parece tenebroso. Martinho Lutero (1483-1546)

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

REFLETINDO A REFORMA PROTESTANTE - XI: A Alegria de Deus




XI: A Alegria de Deus

Alegria duradoura

“a alegria do Senhor é a vossa força.”
Neemias 8:10
Talvez na palavra “do” esteja todo o segredo da alegria duradoura. Esta alegria não é meramente alegria sobre o Senhor, ou até mesmo alegria no Senhor. É a Sua própria alegria fluindo da alma. Jesus orou para que Seus seguidores tenham a Minha alegria completa em si mesmos” João 17:13. Vamos buscar não as correntes, mas a fonte; não primeiramente a alegria, mas a união viva e real com Jesus pela qual a Sua alegria torna-se nossa. – Frances Ridley Havergal

Extraído de: Moments for You, Volume 61, Number 2, 2017, p.8.


Pensamento: Hoje, tenho muito a fazer, portanto, hoje, vou precisar orar muito. Martim Lutero (1483-1546)

terça-feira, 10 de outubro de 2017

REFLETINDO A REFORMA PROTESTANTE - Dia X: A Mensagem da Cruz



Dia X: A Mensagem da Cruz

Vivifica-me segundo a Tua benignidade;
então, guardarei o testemunho da Tua boca.
Salmo 119:88

    “Se as pessoas se achegarem à palavra da cruz, teorizando-a, ou racionalizando-a, ou ainda, filosofando-a, elas irão descobrir que a cruz, para elas, é loucura Mas, se nos aproximarmos da palavra da cruz com fé e obediência, iremos descobrir que a palavra da cruz é verdadeiramente o poder de Deus e por ela somos salvos. Assim, precisamos nos aproximar da cruz com humildade, fé e obediência Não devemos tentar entendê-la com a mente, mas antes, com o espírito. Assim, pela vontade de Deus, entraremos na palavra da cruz com humildade, fé e obediência e encontraremos nela o poder de Deus.”

Extraído de: A Cruz, Stephen Kaung


Pensamento: Quando eu sofro, eu não sofro sozinho. Comigo sofrem Cristo e todos os cristãos. Assim, outros carregam a minha carga e a sua força é também a minha força. Martim Lutero (1483-1546)

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Joyce Meyer Changez votre pensée II

862-2 - Changez votre pensée (2/2) from Top Mission on Vimeo.

Joyce Meyer Changez votre pensée I


862-1 - Changez votre pensée (1/2) from Top Mission on Vimeo.

REFLETINDO A REFORMA PROTESTANTE - Dia IX: Livre da prisão do pecado



Dia IX: Livre da prisão do pecado

O que segue a justiça e a beneficência achará a vida, 
a justiça e a honra.
Provérbios 21:21

Livre da prisão do pecado (Free From the Prison of Sin),
Billy Graham – Melbourne, Australia, 1959

“O que a verdade faz, o que a verdade pode fazer? Ela te liberta.
Você diz: “Bem, eu não sou um prisioneiro.”
Não é mesmo?
A Bíblia diz que você é um prisioneiro. Você é um prisioneiro do orgulho. Você é um prisioneiro da inveja.  Você é um prisioneiro da imoralidade. Você é escravo de alguma droga. Você é prisioneiro de seus medos e frustrações, de milhares de problemas psicológicos. Você é um prisioneiro e deseja ser liberto.
Eu digo a você esta noite: “Conheça a verdade e a verdade que está em Cristo te libertará.”
Primeiro: você pode ser livre da penalidade do pecado.
E uma segunda coisa: Ele nos liberta do poder do pecado. No momento que você recebe Cristo como seu Salvador e Senhor, a Bíblia ensina que o Espírito Santo vem e transforma e muda sua vida. Isto pode acontecer com você agora. Conheça a verdade e a verdade te libertará.”


Pensamento: Não existe nada de tão bom e nada de tão ruim que Deus não poderia usar para me fazer o bem, se eu confio Nele. Martim Lutero (1483-1546)

domingo, 8 de outubro de 2017

REFLETINDO A REFORMA PROTESTANTE - Dia VIII: A Espada do Espírito



Dia VIII: A Espada do Espírito

   “A Palavra do Espírito é a espada do Espírito (Efésios 6:17). É o instrumento que Deus usa para convencer do pecado os homens, revelhar-lhes Cristo e regenerá-los. Se quisermos trabalhar com Deus, a Bíblia é o instrumento em que devemos confiar e que devemos usar na conquista de homens para Cristo.” 

Extraído de: Pescadores de Homens, R. A. Torrey, 4ª edição, Casa Publicadora Batista, Rio de Janieor-RJ, 1965, p. 12)

Pensamento do Dia: Deus enxerga as profundezas do coração, enxerga mais profundamente que nós. Martim Lutero (1483-1546)


sábado, 7 de outubro de 2017

REFLETINDO A REFORMA PROTESTANTE Dia VII:Entregar a vida a Jesus


Dia VII:Entregar a vida a Jesus

A última hora
Autor: João Dieners (1889-1963)
1. Ao findar o labor desta vida,
Quando a morte ao teu lado chegar,
Que destino há de ter a tua alma?
Qual será no futuro o teu lar?
Refrão
Meu amigo, hoje tu tens a escolha:
Vida ou morte qual vais aceitar?
Amanhã pode ser muito tarde,
Hoje Cristo te quer libertar.

2. Tu procuras a paz neste mundo,
Em prazeres que passam em vão,
Mas na última hora da vida,
Eles já não te satisfarão.

3. Por acaso tu riste, oh amigo,
Quando ouviste falar de Jesus?
Mas só Ele é o único meio
De salvar pela morte na cruz.

4. Tens manchada a tua alma e não podes,
Nunca, ver o semblante de Deus;
Só os crentes com corações limpos
Poderão ter o gozo nos céus.

5. Se decides deixar teus pecados,
E entregar tua vida a Jesus,
Trilharás, sim, na última hora,
Um caminho brilhante de luz.

Pensamento: Ninguém pode louvar a Deus a não ser que o ame. Martim Lutero (1483-1546)


sexta-feira, 6 de outubro de 2017

REFLETINDO A REFORMA PROTESTANTE - Dia VI: Tudo é possível para Deus


Dia VI: Tudo é possível para Deus

“...tudo é possível ao que crê.Marcos 9:23

A fé que salva a alma é crer no que Deus diz, e crer nela porque Ele diz assim. “E creu Abrão no Senhor, e o Senhor imputou-lhe isto como justiça. Quando Deus disse a ele que lhe daria um filho, Abraão, sem qualquer prova externa creu “contra a esperança,” escolheu crer em Deus porque Ele tinha dito, e de acordo com a sua fé isto aconteceria a ele.”


Extraído de: Faith Papers, Samuel Ashton Keen (1842-1895). M. W. KNAPP, Publisher of Gospel Literature, Office of The Revivalist, Y. M. C. A. Building, Cincinnati, Ohio. Press of Cranston & Curts, 1896, p. 29.

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

REFLETINDO A REFORMA PROTESTANTE - Dia V: Oração: arma de guerra


Dia V: Oração: arma de guerra

Orar é o mais poderoso agente para o avanço da obra de Deus. Somente mãos que oram e corações que oram podem fazer a obra de Deus. A oração é bem sucedida quando tudo falha. A oração tem conquistado grandes vitórias, e resgatado, com notável triunfo, os santos de Deus quando qualquer outra esperança se vai.  Homens que sabem como orar são as maiores bênçãos que Deus pode dar à terra – eles são os mais ricos tesouros  que o céu pode oferecer. Homens que sabem como usar esta arma de oração são os melhores soldados de Deus, Seus mais poderosos líderes.  

Extraído de: Purpose in Prayer, E. M. Bounds, Fleming H. Revell Company, 1920, p. 79

Pensamento: Assim como o fogo sempre produz calor e fumaça, também a fé sempre vem acompanhada do amor. Martim Lutero (1483-1546)

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

REFLETINDO A REFORMA PROTESTANTE- Dia IV: O Espírito Santo nos ajuda a orar



Dia IV: O Espírito Santo nos ajuda a orar

“...o Espírito não somente ora conosco, mas também ora por nós. Oh, quantas vezes sucede que nossa fraqueza intelectual e moral é tão grande , a nossa angústia é tão extrema, que não nos é possível orar. Não temos palavras, não nos podemos exprimir: só temos gemidos, soluços, aspirações. Mas o Espírito Santo compreende tudo e interpreta as nossas necessidades diante do Pai.”

Extraído de: A Prática da Oração, William E. Entzminger,  Publicação da União Geral de Senhoras da Convenção Batista Brasileira, Rio de Janeiro-RJ, 5ª ed., 1958, p. 59.


Pensamento: Deus, ao atender uma oração, atende-a de modo maravilhoso e rico, assim que o coração humano é por demais apertado para poder compreendê-lo. Martim Lutero (1483-1546)

terça-feira, 3 de outubro de 2017

#PrayforLasVegas


REFLETINDO A REFORMA PROTESTANTE - DIA III: O Triunfo da Cruz


DIA III: O Triunfo da Cruz

A Cruz é o triunfo, que começou quando Cristo bradou: Está consumado. É o início do processo triunfal que Cristo move em meio ao mundo na glória oculta, levando o cativeiro do cativo, guiando à liberdade os Seus redimidos. E o crente pode desde agora e para sempre se regozijar, e render graças a Deus, que sempre nos guia em vitória, que sempre nos guia em triunfo à Cristo. Todo pensamento da Cruz, cada passo debaixo da Cruz, cada proclamação da Cruz, deve estar no tom do Triunfo Divino. “A morte foi tragada pela vitória. Graças a Deus que nos dá a vitória por meio de nosso Senhor Jesus Cristo. Extraído de: The Cross of Christ, Andrew Murray


Pensamento: Um coração puro é aquele que observa e pondera o que Deus diz e substitui os seus próprios pensamentos pela Palavra de Deus. Martim Lutero (1483-1546)

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

REFLETINDO A REFORMA PROTESTANTE - DIA II: Convertei-vos....


DIA II: Convertei-vos....
Porque não tenho prazer na morte de ninguém,
diz o Senhor Deus; convertei-vos, pois, e vivei...
Ezequiel 18:32

Conversão não é professar o cristianismo. O cristianismo é mais que um nome. Se dermos ouvidos a Paulo, veremos que o cristianismo não se fundamenta na palavra, mas no poder (I Coríntios 4:20). Se o fato de deixar de ser judeu ou pagão e professar o cristianismo significasse conversão verdadeira – visto que isso é tudo o que alguns dão a entender a respeito dela – quem poderia ser melhores cristãos senão os de Sardo ou de Laodicéa? Eram todos cristãos professos, porém apenas de nome; e por serem cristãos só de nome, são condenados por Cristo e ameaçados de serem rejeitados (Apocalipse 3:14-16). Quantos há que invocam o nome do Senhor Jesus, mas não se apartam da iniquidade (II Timóteo 2:19), professando que conhecem a Deus, mas negando-O com suas obras? (Tito 1:16). Será que Deus vai recebê-los como verdadeiros convertidos? O quê? Convertidos do pecado enquanto eles ainda vivem em pecado? É uma visível contradição!

Extraído de: Um Guia Seguro para o Céu. Joseph Alleine. Publicações Evangélicas Selecionadas, São Paulo-SP, 1987, p. 14.


Pensamento: “Jamais alguém pode louvar a Deus sem que antes o ame. Da mesma forma, ninguém pode amar Deus se não conhece Deus do modo mais amável e perfeito.” Martinho Lutero (1483-1546)

domingo, 1 de outubro de 2017

O JUSTO VIVE PELA FÉ


REFLETINDO A REFORMA PROTESTANTE: Dia I: Jesus Cristo, Esperança Nossa


Dia I: Jesus Cristo, Esperança Nossa

“...o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, 
nos purifica de todo o pecado.”
1 João 1:7

A glória da cruz reside no fato de que o que era marca de pecado, agora é o lugar onde os homens são libertados do pecado. Quando crucificaram alguém, era para punir algum crime – tratava-se de um pecador. Cristo, sem pecado, levou os nossos pecados em Seu corpo, sobre o madeiro, e desta forma pagou a pena de morte pelo pecado, libertando-nos dele. Ele “nos lavou de todo o pecado, em Seu sangue”. “E o sangue de Jesus Cristo, Seu Filho, nos purifica de todo pecado.” (Extraído de: A Glória da Cruz, T. Marshall Morsey. Revista Mensagem da Cruz, nº 69, Julho-Setembro de 1985, p. 5)


Pensamento: “A fé é um contínuo e persistente olhar para Cristo. Martinho Lutero (1483-1546)

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

LELTURA DEVOCIONAL


I will love thee, O LORD, my strength.
Psalm 18:1

Eu Te amarei do coração, ó Senhor, fortaleza minha.

 Salmo 18:1

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Com estes posso entrar?


Com estes posso entrar? 
Charles Haddon Spurgeon (1834-1892)

Extraído de: Jornal Baptista, Rio de Janeiro-RJ,
Ano VII, nº 33, 5 de Setembro de 1907, p.3.

Já li de alguém que, quando muito perturbado na sua mente sobre a religião, teve um sonho. Sonhou que ficava em pé no pátio, fora do céu, avistando uma grande multidão marchando, cantando hinos de louvor e levando a bandeira da vitória.

Passados por ele, entrados no portão celestial e desaparecidos de vista; ouviu-se tocar a linda música. 'Quem são esses?’ perguntou ele. “Estes são os profetas que foram estar com Deus', foi a resposta que obteve. Estão, respirando tristemente, disse: "Não sou um deles, e jamais poderei ser, portantonão posso aí entrar."

Logo mais veio uma outra companhia,igualmente bela em aparência e do mesmo modo triunfante, e toda vestida de branco. Entrados no portão, ouviram-se de novo os gritos de bem-vindos. “E quem são esses?" perguntou. “Estes são os apóstolos", respondeu-se. "Desta comunhão, também, não sou, e com eles não posso entrar." ‘Ainda fico na esperança de entrar’; mas o grupo que seguiu não o animou, pois era um grupo de mártires com os quais não achou lugar.

Finalmente avistou, chegando, uma hoste muito maior que a coleção de todas as outras que já entraram. Enquanto marchavam, estavam cantando melodiosamente. Em frente deles achava-se a "mulher pecadora"; também o “ladrão" que ao lado de Jesus morreu. Agora, pensou ele, não haverão em desses cânticos e gritos de bem-vindos. Mas, à uma admiração, pareceu que o céu se ia rebentar com as manifestações de alegria no instante que entravam. Então um anjo lhe falou, dizendo: “Estes são os grandes pecadores que foram salvos pela graça de Deus." Então, replicou o sonhador, "graças a Deus, com estes eu posso entrar".

Graças ao nosso Salvador Jesus, todos nós podemos entrar com esta companhia; porque, para fazer parte com outra companhia, não tenho esperanças. E, assim, que espero ganhar os Céus. E nós iremos juntos, irmãos pecadores, confiados em e lavados com o precioso sangue de Jesus. Queira Deus que assim seja.

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

domingo, 17 de setembro de 2017