quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Reach Out And Touch The Lord: Bill Harmon


Reach Out And Touch The Lord
Words and Music by

Bill Harmon
 
I.
If your heart is sad and lonely, there's no joy anywhere.
If there's no one left to comfort, and there's no one left to care.
Just cast your cares on Jesus and upon His arms rely,
And reach out and touch the Lord as He walks by.

II.
Though a stranger to the Master and His wonderful grace.
If you've never had the pleasure in beholding His face.
Would you lay aside earth's treasures for a home in the sky,
Then, reach out and touch the Lord as He walks by.

Chorus:
Reach out and touch the Lord as He goes by.
You will find He's not too busy to hear your heart's cry.
He's passing by this moment, your needs He'll supply,
Just reach out and touch the Lord as He walks by.

III.
All along a dusty roadside, on His way to raise the dead.
Mighty was the crowd that followed, hungry for that Living Bread.
"I must touch Him", cried a woman, "I must touch Him or I'll die."
So, she reached and touched His garment as he passed by.

Chorus:
Reach out and touch the Lord as He goes by.
You will find He's not too busy to hear your heart's cry.
He's passing by this moment, your needs He'll supply,
So, reach out and touch the Lord as He goes by.

Mais de Cristo ELIZA EDMUNDS HEWIT (1851-1920)




Mais de Cristo
ELIZA EDMUNDS HEWIT (1851-1920)
MORE ABOUT JESUS
1. Mais de Cristo eu quero ver,
Mais do Seu amor obter;
Mais da Sua compaixão,
Mais da Sua mansidão.
Refrão
Mais, mais de Cristo!
Mais, mais de Cristo!
Mais do Seu puro e santo amor,
Mais de Ti mesmo, oh Salvador!
 
 2. Mais de Cristo compreender,
Quero a Cristo obedecer,
Sempre perto Dele andar,
Seu amor manifestar.

O amor avistou, e o amor encontrou




Mas Deus prova o Seu amor para conosco em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores. Romanos 5:8

O amor viu a culpa do pecado, e avistou uma base de perdão. O amor viu a alienação do pecado, e avistou uma base de reconciliação. O amor viu a corrupção do pecado, e avistou um caminho para a purificação. O amor viu a depravação do pecado, e avistou o meio de restauração. O amor viu a escravização do pecado, e avistou o instrumento de emancipação. O amor viu a doença do pecado, e avistou um bálsamo de cura. O amor viu a condenação do pecado, e avistou um método de justificação. O amor viu a morte do pecado, e avistou um caminho de vida. O amor avistou, e o amor encontrou.

- J. C. M.

Moments for you.Volume 58, Number 1, 
Theme: God is love, p. 5
 Moments With The Book.

READING PSALMS (KING JAMES VERSION/ALMEIDA REVISTA E CORRIGIDA)


PSALM 79

A Psalm of Asaph.

1 O GOD, the heathen are come into thine inheritance; thy
holy temple have they defiled; they have laid Jerusalem on
heaps.

2 The dead bodies of thy servants have they given to be
meat unto the fowls of the heaven, the flesh of thy saints
unto the beasts of the earth.

3 Their blood have they shed like water round about
Jerusalem; and there was none to bury them.

4 We are become a reproach to our neighbours, a scorn and
derision to them that are round about us.

5 How long, LORD? wilt thou be angry for ever? shall thy
jealousy burn like fire?

6 Pour out thy wrath upon the heathen that have not known
thee, and upon the kingdoms that have not called upon thy
name.

7 For they have devoured Jacob, and laid waste his
dwelling place.

8 O remember not against us former iniquities: let thy
tender mercies speedily prevent us: for we are brought very
low.

9 Help us, O God of our salvation, for the glory of thy
name: and deliver us, and purge away our sins, for thy
name’s sake.

10 Wherefore should the heathen say, Where is their God?
let him be known among the heathen in our sight by the
revenging of the blood of thy servants which is shed.

11 Let the sighing of the prisoner come before thee;
according to the greatness of thy power preserve thou those
that are appointed to die;

12 And render unto our neighbours sevenfold into their
bosom their reproach, wherewith they have reproached
thee, O Lord.

13 So we thy people and sheep of thy pasture will give thee
thanks for ever: we will shew forth thy praise to all
generations.

Salmos
79.1   Ó Deus, as nações entraram na tua herança; contaminaram o teu santo templo; reduziram Jerusalém a montões de pedras.

79.2   Deram os cadáveres dos teus servos por comida às aves dos céus e a carne dos teus santos, às alimárias da terra.

79.3   Derramaram o sangue deles como água ao redor de Jerusalém, e não houve quem os sepultasse.

79.4   Estamos feitos o opróbrio dos nossos vizinhos, o escárnio e a zombaria dos que estão à roda de nós.

79.5   Até quando, SENHOR? Indignar-te-ás para sempre? Arderá o teu zelo como fogo?

79.6   Derrama o teu furor sobre nações que te não conhecem e sobre os reinos que não invocam o teu nome.

79.7   Porque devoraram a Jacó e assolaram as suas moradas.

79.8   Não te lembres das nossas iniquidades passadas; apressa-te e antecipem-se-nos as tuas misericórdias, pois estamos muito abatidos.

79.9   Ajuda-nos, ó Deus da nossa salvação, pela glória do teu nome; e livra-nos e perdoa os nossos pecados, por amor do teu nome.

79.10   Por que diriam os gentios: Onde está o seu Deus? Torne-se manifesta entre as nações, à nossa vista, a vingança do sangue derramado dos teus servos.

79.11   Chegue à tua presença o gemido dos presos; segundo a grandeza do teu braço, preserva aqueles que estão sentenciados à morte.

79.12   E aos nossos vizinhos, deita-lhes no regaço, setuplicadamente, a sua injúria com que te injuriaram, Senhor.

79.13   Assim, nós, teu povo e ovelhas de teu pasto, te louvaremos eternamente; de geração em geração cantaremos os teus louvores.

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Ele é o Salvador dos pecadores




“Fiel é esta palavra, e digna de toda aceitação que Jesus Cristo veio a este mundo, para salvar os pecadores.”  “A este elevou Deus por Príncipe e por  Salvador.” Este motivo só trouxe a Ele a nosso mundo ímpio. E como salva. Pondo-se em nosso lugar e sofrendo o castigo que merecíamos, temos transgredido a lei, mas Ele a tem perfeitamente guardado;  porque “era santo, inocente, imaculado, segregado dos pecadores.”

    Nós merecíamos a morte pelos nossos pecados. “A alma que pecar, essa morrerá. Mas Ele morreu por nós. “Deus Sua vida em reden cão por muitos.” Nós estávamos debaixo da maldição. “Maldito todo o que não permanecer em todas as coisas que estão escritas no livro da lei, para fazê-las.

    Porém, “Ele foi feito maldição por nós.” Ele foi ferido pelas nossas iniquidades, foi quebrantado pelos nossos crimes, e nós fomos curados pelas Suas pisaduras.” Ele levou os nossos pecados em Seu corpo sobre o madeiro. “Foi por isso que se fez homem, um objeto de desprezo e o último dos homens, um varão de dores, e experimentando nos trabalhos.” Ele “carregou com as nossas dores.” Foi por isto que sofreu a tentação, gemeu no Getsêmani, em Sua agonia suou grossas bagas de sangue, foi açoitado, cuspido, coroado, de espinhos, e pregado na cruz. “Deu Sua vida em redenção de muitos.” Éramos escravos; veio libertar-nos. Mas o preço que pagou, foi Seu próprio sangue. “Remidos com o sangue precioso de Cristo.” Éramos prisioneiros, condenados a morrer, mas Ele deixou o trono de Seu Pai, veio e pôs-se em nosso lugar, dizendo: “Morrerei por eles para que sejam perdoados e vivam para sempre.” E agora que Ele voltou para Sua glória no céu, vive para salvar-nos. Vela sobre nós, fala-nos por Sua palavra e por Seu Espírito; escuta nossas orações; advoga nossa causa; fortalece-nos em nossa fraqueza, e vive sempre a interceder por nós.” Assim salva-nos tanto por Sua morte como por Sua vida. Tem pago todas as nossas dívidas e está pronto a suprir todas nossas necessidades. Aqueles que Nele confiam salva do ferrão da morte, e livrá-los da condenação no dia do juízo. Havemos de aparecer perante o juiz como pecadores culpados; porém se podemos usar dessa defesa; “confiei em Jesus que morreu por mim,” Ele nos declarará logo amplamente quites, perdoados, tu estás em perigo do inferno; mas Eu te hei trazido um perdão livre, hei-te comprado com o Meu próprio sangue. Morri por ti, posso salvar-te. Vem a Mim.

    Lede Isaías 53; Atos 10:34-43, 13:16-41; Romanos 5, Gálatas 3:13; I Timóteo 1:15; Hebreus 9:11-28; I Pedro 1:18-19, 2:24.


IMPRENSA EVANGELICA.
VOL. II, Nº19, SÁBADO, 6 DE OUTUBRO DE 1866, p. 148.

John 3: Matsés

Esusën Nicodemo caid chiaid
1Adnubien Edusaden yacnobi Nicodemo caid icpondash. Tsusedpabon chiampid namequido padiseyobo chuiquid dapa niondash. Tsusio utsibobëdtan aton matses namequid niondash. 2Inchëshën Esusbëd onquenuec chopondash. Choshombic aidëmbi: —“Nuquin Papan icmiacpadquid chuiquidquio mibi nec,” quequin tantiembi. Mimbi comapenen tantiaquin nabansho isun: “Nuquin Papan namiaidënuidtsëquien adotsiash,” mibi caombi —quepondash.
3Adsho tantiashun: —Ai, adquid nebi —quenquio icquin Esusën ompoacbimboen chuipondash naden. —Tantia. Mibi bëdamboen chuinu. Chuca uac Nuquin Papa yacno tabadtequid mibi ictsiandac. Chuca uabi yec mibi padenquio ictsiac 4—quesho tantiashien: —¿Mitsipaden tsusiobi chuca uapatsiash? Chidon padpiden usundoshon tishtiapimboen iquec —quepondash Nicodemo. 5Adsho tantiashun Esusën: —Nuquin Papan Mayanën tantiamiac: “Nuquin Papa tantiaquin ëbi icsaid ëntiadquio iquebi,” quiash bëdamboec tabadquid Nuquin Papabëd tabadtequid nendac. Adquid chuca uaid caimbi. Chuca uabi icquid Nuquin Papa yacno tabadtiapimbo iquendac. 6Chidon tishaiduidtsëqui yec Nuquin Papabëd tabadtiapimbo iquendac. Nuquin Papan Mayanën chuca uaid Nuquin Papabëd tabadendac. 7“Chuca uaiduidtsëqui Nuquin Papabëd tabadendac,” ëbi quesho tantiash: “¿Midapaden chie?” quepequien mibi iquec. 8Tantia. Mibi chuinu. Cunquequid isadenquio icquid nec. Isadenquio icquimbi cuncac cuëte ishcudsho isash: “Abi cunquec,” mibi quepec. Adquiobidi isadenquio Nuquin Papan Mayan iquec. Isadenquio icquimbi aidën chuca uaid bëdamboec tabadsho isun: “Nuquin Papan Mayanën nac,” quequin mimbi tantiatsiac. “Nëid utsitsen natsiash,” quequin mimbi tantienquio icnubi Nuquin Papan tantiacpadomboen aton Mayanën utsitsen chuca uatsiandac —quepondash Esus.
9Adsho tantiash: —¿Midapadec? —quepondash Nicodemo. 10Adoaquien: —¿Tantienquioda ique? Ma isadaidbo Nuquin Papan chiaid chuibanquid mibi neyoc. 11Ënden ushë utsin mibi chedo chiombi. Ëmbi isondaidquio chuiquinc ëmbi tantiondaidquio chuiquinc caombi. Adsho tantiash: “Tantiadenquio iquec,” ma mibi queboc. 12¿Ëmbi chuiboed tantiadenquio icnubi padpiden chuiquin ëmbi Nuquin Papan abi yacnoshon naid chuishomenda tantiatsia? 13Nuquin Papa yacno matses nidtanambo iquec. “Istanombi. Nadquio iquec,” quequin chuitiapimbo matses iquec. Ëmbien Nuquin Papa yacnuësh chondaidënquio: “Nadquio iquec,” quequin Nuquin Papa tantiamendac. 14¿Atotsi canuen nuquin tsusedpa Moisesën nisibimboecnuc shocosh nacnenaid dectampampic? “Nuquin Papan chiacpadec ma aid isec nisin piaid bëdanu,” quequin cuesten dectampampic. Adomboembidi matses cuidmenquio icnuec cuesten dectamëdendabi ëbided cuidadec unësec. 15Ëbi tantiaquido unësacsho cuidenquio icquin Nuquin Papa yacno ëbëd tabadmenuec adendabi —quepondash Esus Nicodemo chiec.
Nuquin Papan matses abitedi tantiaquin naid
16Aden Esusën abided cuidadec unëste chuipondash. Nuquin Papan: —Ma adec abided cuidadec unësnu —quequin Esus chomepanëdash. —Unësquio iquec —quequin matses abitedi tantiaquidquio icquin Nuquin Papan cudasenquio icquin matsesmeshun aton Mado abentsëcquiobi abided cuidpanëdash. —Ëmbi adoaid con Mado tantiaquid unësacsho icsaido cuidacno nidmenquio icquin ëbëdi tabadmendambi —quequin aton Madoded cuidpanëdash. 17¿Matses cuidnuenda Nuquin Papan Esus matsesmepanëdash? Padenquio. Matses cuidenquio icnuen napanëdash.
18Aden aton Mado Esus tantiaquido cuidenquio icquin Esus tantiesabo cuidendac: —Con Mado chieshëmpec —queshun. 19Nuquin Papan matsesmiaidën Esusën abi icsaid chuisho matses icsambo icquidon tantiatiapimbo iquec. Ambi icsamboen naid ëntiapimbo icquin Esus tantiatiapimbo iquec. 20Adquidon: —Ëbi icsaid Esusën utsibo tantiamenushe. “Icsambo iquec,” ëbi canushe —queshun Esus chieshëmpec. 21Nuquin Papan chiacpadec tabadquidombien Esus chieshënenquio iquec. —Nuquin Papan namiacpadec tabadquid nebique. Ma Esusën ëmbi bëdamboen naid chuibampanuna —quiash Esus tantiate bumpec.
Uan acten mentoanquidën Esus chuioaid
22Adec Nicodemobëd onqueboshien Esus nidpondash. Edusaden yacnuësh nidec aid nidaidëmbi Udeya caidën capucueniondash. Abëd nidshobini Nuquin Papan chiaid Esusën chuibampondash. Adec nidshun Nuquin Papa tantiabenquido acten mentobeniondambi. 23Adnubien adomboembidi con shënisiontsen acten mentobeniac caondash. Enon caid yacnoshon Sadin caid anoentsëqui chunquen diadacnoshon matses dadpen acten mentoac caondash con shënision. 24Chieshëmënquidon quënën nauedabi adoac caondash.
25Adnubien con shënisiobëd icquido con matses utsibëd: —Mimbi icsamboen chiec —quec chushcananac caondash. Con shënisiobëd icquido: —Uanën Nuquin Papa tantiabenquido bëdamboen acten mentobamposh —quesho tantiash: —Padenquio. Esusëmbien bëdamboen acten mentobaniosh —quepac caondash. 26Adshumbien con shënisiobëd icquidon: —Nuqui chuiquid chiec nidnu. Nid —quianec nidquin con shënisio chuituidpac caondash. —Acte Odan caid uquë cuëmatsiucshun ¿mitsicquid: “Nuquin Papan chomiaid nec,” mimbi cadio? Aidën mimbi naid dëniacquin matses dadpenquio acten mentobeniac caosh. ¿Ada bëda icpec? —caquien: 27—“Nuquin Papan chiacpadomboen Esusën nash. Adomboembimbi naic,” queshun Esus chieshëntiapimbo iquendabi. 28“Nuquin Papan chomiaidpenquieni nec,” quequin mibi chiondambi. “ ‘Nuquin Papan chomiac bëdamboshë icquid choendac,’ quequin bëyuc choshon aid chiec nebi,” quiondabi mibi chiec. 29“Ëmbi chuiboed nec,” quiash Esus chosho istanec cuishonquepobi. “Con matses aton chido bedmiombi,” quiash cuishonquiacbimboec cuishonquepobi. ¿Aden chido bedmequidën: “Min bënëbëd nidenda,” caquinda ictiosh? Padenquio. Bënëbëd nidmiash bëdambo yacbimboec Esusbëd nidanesho isash bëdambo iquebi. 30Ëmbibi Nuquin Papan chiacpadomboen Esus tantiamequin ënquin chuibanuc ëmbi acten mentoaido daëdpactsëc yanendac. Ëmbi chuiboedquio Esus tantiaquidoen dadpenquio yanendac. Aidquio bëdamboshë iquec —quepac caondash con shënisio abëd icquido chiec.
Nuquin Papa yacnuësh choquid chiaid
31Adshumbic con shënision naden chuipac caondash. —Esusquio bëdamboshë iquec. Nuquin Papa yacnuësh choquid abipadquid utsi nibëdec. Padnueni matses yec: “Nuquin Papa isondambi. Nadquio iccondash” quequin chuitiapimbo iquebi. Esusëmbien 32ambi isondaidbëdta ambi tantiondaidquio chuipec. Aden chiaqui matses dadpen: “Abimbo caic,” quenquio icpec. 33Esus tantiaquidon: “Nuquin Papa muesambo nec. Ambi: ‘Bëdamboshë icquid choendac,’ quequin dada uamepampidquio Esus nec,” capec. 34Nuquin Papan chomiaidquio icquin Nuquin Papan chiaidquio Esusën chuibanec. Nuquin Papan aton Mayan abëd tabadmiaid icquin comapenen tantiaquin ismebanquin chuibanec. 35Ambi tantiaidquio icsho aton Papan abitedishun Icbombo icmiac. 36Adnuc: “Abitedishun Icbombo Esus nec,” quequin aton Mado tantiaquido unësacsho Nuquin Papan abëdi tabadmendac padpidec unësenquio icnuc. Esus chieshënquidoen Nuquin Papa yacno isenquio yec icsaido cuidquiacno nidendac —quequin con shënision chuipac caondash.
 https://www.bible.com/pt/bible/631/jhn.3.mcfnt

Matthieu 7:11


READING PSALMS (KING JAMES VERSION/ALMEIDA REVISTA E CORRIGIDA)


PSALM 78
Maschil of Asaph.

1 GIVE ear, O my people, to my law: incline your ears to the
words of my mouth.

2 I will open my mouth in a parable: I will utter dark
sayings of old:

3 Which we have heard and known, and our fathers have
told us.

4 We will not hide them from their children, shewing to the
generation to come the praises of the LORD, and his
strength, and his wonderful works that he hath done.

5 For he established a testimony in Jacob, and appointed a
law in Israel, which he commanded our fathers, that they
should make them known to their children:

6 That the generation to come might know them, even the
children which should be born; who should arise and
declare them to their children:

7 That they might set their hope in God, and not forget the
works of God, but keep his commandments:

8 And might not be as their fathers, a stubborn and
rebellious generation; a generation that set not their heart
aright, and whose spirit was not stedfast with God.

9 The children of Ephraim, being armed, and carrying
bows, turned back in the day of battle.

10 They kept not the covenant of God, and refused to walk
in his law;

11 And forgat his works, and his wonders that he had
shewed them.

12 Marvellous things did he in the sight of their fathers, in
the land of Egypt, in the field of Zoan.

13 He divided the sea, and caused them to pass through;
and he made the waters to stand as an heap.

14 In the daytime also he led them with a cloud, and all the
night with a light of fire.

15 He clave the rocks in the wilderness, and gave them
drink as out of the great depths.

16 He brought streams also out of the rock, and caused
waters to run down like rivers.

17 And they sinned yet more against him by provoking the
most High in the wilderness.

18 And they tempted God in their heart by asking meat for
their lust.

19 Yea, they spake against God; they said, Can God furnish
a table in the wilderness?

20 Behold, he smote the rock, that the waters gushed out,
and the streams overflowed; can he give bread also? can he
provide flesh for his people?

21 Therefore the LORD heard this, and was wroth: so a fire
was kindled against Jacob, and anger also came up against
Israel;

22 Because they believed not in God, and trusted not in his
salvation:

23 Though he had commanded the clouds from above, and
opened the doors of heaven,

24 And had rained down manna upon them to eat, and had
given them of the corn of heaven.

25 Man did eat angels’ food: he sent them meat to the full.

26 He caused an east wind to blow in the heaven: and by
his power he brought in the south wind.

27 He rained flesh also upon them as dust, and feathered
fowls like as the sand of the sea:

28 And he let it fall in the midst of their camp, round about
their habitations.

29 So they did eat, and were well filled: for he gave them
their own desire;

30 They were not estranged from their lust. But while their
meat was yet in their mouths,

31 The wrath of God came upon them, and slew the fattest
of them, and smote down the chosen men of Israel.

32 For all this they sinned still, and believed not for his
wondrous works.

33 Therefore their days did he consume in vanity, and their
years in trouble.

34 When he slew them, then they sought him: and they
returned and inquired early after God.

35 And they remembered that God was their rock, and the
high God their redeemer.

36 Nevertheless they did flatter him with their mouth, and
they lied unto him with their tongues.

37 For their heart was not right with him, neither were they
stedfast in his covenant.

38 But he, being full of compassion, forgave their iniquity,
and destroyed them not: yea, many a time turned he his
anger away, and did not stir up all his wrath.

39 For he remembered that they were but flesh; a wind that
passeth away, and cometh not again.

40 How oft did they provoke him in the wilderness, and
grieve him in the desert!

41 Yea, they turned back and tempted God, and limited the
Holy One of Israel.

42 They remembered not his hand, nor the day when he
delivered them from the enemy.

43 How he had wrought his signs in Egypt, and his wonders
in the field of Zoan:

44 And had turned their rivers into blood; and their floods,
that they could not drink.

45 He sent divers sorts of flies among them, which
devoured them; and frogs, which destroyed them.

46 He gave also their increase unto the caterpiller, and their
labour unto the locust.

47 He destroyed their vines with hail, and their sycomore
trees with frost.

48 He gave up their cattle also to the hail, and their flocks
to hot thunderbolts.

49 He cast upon them the fierceness of his anger, wrath,
and indignation, and trouble, by sending evil angels among
them.

50 He made a way to his anger; he spared not their soul
from death, but gave their life over to the pestilence;

51 And smote all the firstborn in Egypt; the chief of their
strength in the tabernacles of Ham:

52 But made his own people to go forth like sheep, and
guided them in the wilderness like a flock.

53 And he led them on safely, so that they feared not: but
the sea overwhelmed their enemies.

54 And he brought them to the border of his sanctuary, even
to this mountain, which his right hand had purchased.

55 He cast out the heathen also before them, and divided
them an inheritance by line, and made the tribes of Israel to
dwell in their tents.

56 Yet they tempted and provoked the most high God, and
kept not his testimonies:

57 But turned back, and dealt unfaithfully like their fathers:
they were turned aside like a deceitful bow.

58 For they provoked him to anger with their high places,
and moved him to jealousy with their graven images.

59 When God heard this, he was wroth, and greatly
abhorred Israel:

60 So that he forsook the tabernacle of Shiloh, the tent
which he placed among men;

61 And delivered his strength into captivity, and his glory
into the enemy’s hand.

62 He gave his people over also unto the sword; and was
wroth with his inheritance.

63 The fire consumed their young men; and their maidens
were not given to marriage.

64 Their priests fell by the sword; and their widows made
no lamentation.

65 Then the Lord awaked as one out of sleep, and like a
mighty man that shouteth by reason of wine.

66 And he smote his enemies in the hinder parts: he put
them to a perpetual reproach.

67 Moreover he refused the tabernacle of Joseph, and chose
not the tribe of Ephraim:

68 But chose the tribe of Judah, the mount Zion which he
loved.

69 And he built his sanctuary like high palaces, like the
earth which he hath established for ever.

70 He chose David also his servant, and took him from the
sheepfolds:

71 From following the ewes great with young he brought
him to feed Jacob his people, and Israel his inheritance.

72 So he fed them according to the integrity of his heart;
and guided them by the skilfulness of his hands.

Salmos 78.1   Escutai a minha lei, povo meu; inclinai os ouvidos às palavras da minha boca.

78.2   Abrirei a boca numa parábola; proporei enigmas da antiguidade,

78.3   os quais temos ouvido e sabido, e nossos pais no-los têm contado.

78.4   Não os encobriremos aos seus filhos, mostrando à geração futura os louvores do SENHOR, assim como a sua força e as maravilhas que fez.

78.5   Porque ele estabeleceu um testemunho em Jacó, e pôs uma lei em Israel, e ordenou aos nossos pais que a fizessem conhecer a seus filhos,

78.6   para que a geração vindoura a soubesse, e os filhos que nascessem se levantassem e a contassem a seus filhos;

78.7   para que pusessem em Deus a sua esperança e se não esquecessem das obras de Deus, mas guardassem os seus mandamentos

78.8   e não fossem como seus pais, geração contumaz e rebelde, geração que não regeu o seu coração, e cujo espírito não foi fiel para com Deus.

78.9   Os filhos de Efraim, armados e trazendo arcos, retrocederam no dia da peleja.

78.10   Não guardaram o concerto de Deus e recusaram andar na sua lei.

78.11   E esqueceram-se das suas obras e das maravilhas que lhes fizera ver,

78.12   maravilhas que ele fez à vista de seus pais na terra do Egito, no campo de Zoã.

78.13   Dividiu o mar, e os fez passar por ele; fez com que as águas parassem como num montão.

78.14   De dia os guiou com uma nuvem, e toda a noite, com um clarão de fogo.

78.15   Fendeu as penhas no deserto e deu-lhes de beber como de grandes abismos.

78.16   Fez sair fontes da rocha e fez correr as águas como rios.

78.17   E ainda prosseguiram em pecar contra ele, provocando ao Altíssimo na solidão.

78.18   E tentaram a Deus no seu coração, pedindo carne para satisfazerem o seu apetite.

78.19   E falaram contra Deus e disseram: Poderá Deus, porventura, preparar-nos uma mesa no deserto?

78.20   Eis que feriu a penha, e águas correram dela; rebentaram ribeiros em abundância; poderá também dar-nos pão ou preparar carne para o seu povo?

78.21   Pelo que o SENHOR os ouviu e se indignou; e acendeu um fogo contra Jacó, e furor também subiu contra Israel,

78.22   porquanto não creram em Deus, nem confiaram na sua salvação,

78.23   posto que tivesse mandado às altas nuvens, e tivesse aberto as portas dos céus,

78.24   e fizesse chover sobre eles o maná para comerem, e lhes tivesse dado do trigo do céu.

78.25   Cada um comeu o pão dos poderosos; ele lhes mandou comida com abundância.

78.26   Fez soprar o vento do Oriente nos céus e trouxe o Sul com a sua força.

78.27   E choveu sobre eles carne como pó, e aves de asas como a areia do mar.

78.28   E as fez cair no meio do seu arraial, ao redor de suas habitações.

78.29   Então, comeram e se fartaram bem; pois lhes satisfez o desejo.

78.30   Não refrearam o seu apetite. Ainda lhes estava a comida na boca,
 Salmos 78.31   quando a ira de Deus desceu sobre eles, e matou os mais fortes deles, e feriu os escolhidos de Israel.

78.32   Com tudo isto, ainda pecaram e não deram crédito às suas maravilhas.

78.33   Pelo que consumiu os seus dias na vaidade e os seus anos, na angústia.

78.34   Pondo-os ele à morte, então, o procuravam; e voltavam, e de madrugada buscavam a Deus.

78.35   E lembravam-se de que Deus era a sua rocha, e o Deus Altíssimo, o seu Redentor.

78.36   Todavia, lisonjeavam-no com a boca e com a língua lhe mentiam.

78.37   Porque o seu coração não era reto para com ele, nem foram fiéis ao seu concerto.

78.38   Mas ele, que é misericordioso, perdoou a sua iniquidade e não os destruiu; antes, muitas vezes desviou deles a sua cólera e não deixou despertar toda a sua ira,

78.39   porque se lembrou de que eram carne, um vento que passa e não volta.

78.40   Quantas vezes o provocaram no deserto e o ofenderam na solidão!

78.41   Voltaram atrás, e tentaram a Deus, e duvidaram do Santo de Israel.

78.42   Não se lembraram do poder da sua mão, nem do dia em que os livrou do adversário;

78.43   como operou os seus sinais no Egito e as suas maravilhas no campo de Zoã;

78.44   e converteu em sangue os seus rios e as suas correntes, para que não pudessem beber.

78.45   E lhes mandou enxames de moscas que os consumiram, e rãs que os destruíram.

78.46   Deu, também, ao pulgão a sua novidade, e o seu trabalho, aos gafanhotos.

78.47   Destruiu as suas vinhas com saraiva, e os seus sicômoros, com pedrisco.

78.48   Também entregou o seu gado à saraiva, e aos coriscos, os seus rebanhos.

78.49   E atirou para o meio deles, quais mensageiros de males, o ardor da sua ira: furor, indignação e angústia.

78.50   Abriu caminho à sua ira; não poupou a alma deles à morte, nem a vida deles à pestilência.

78.51   E feriu todo primogênito no Egito, primícias da sua força nas tendas de Cam,

78.52   mas fez com que o seu povo saísse como ovelhas e os guiou pelo deserto, como a um rebanho.

78.53   E os guiou com segurança, e não temeram; mas o mar cobriu os seus inimigos.

78.54   E conduziu-os até ao limite do seu santuário, até este monte que a sua destra adquiriu,

78.55   e expulsou as nações de diante deles, e, dividindo suas terras, lhas deu por herança, e fez habitar em suas tendas as tribos de Israel.

78.56   Contudo, tentaram, e provocaram o Deus Altíssimo, e não guardaram os seus testemunhos.

78.57   Mas tornaram atrás e portaram-se aleivosamente como seus pais; viraram-se como um arco traiçoeiro,

78.58   pois lhe provocaram a ira com os seus altos e despertaram-lhe o zelo com as suas imagens de escultura.

78.59   Deus ouviu isto e se indignou; e sobremodo aborreceu a Israel,

78.60   pelo que desamparou o tabernáculo em Siló, a tenda que estabelecera como sua morada entre os homens,
 78.61   e deu a sua força ao cativeiro, e a sua glória, à mão do inimigo,

78.62   e entregou o seu povo à espada, e encolerizou-se contra a sua herança.

78.63   Aos seus jovens, consumiu-os o fogo, e as suas donzelas não tiveram festa nupcial.

78.64   Os seus sacerdotes caíram à espada, e suas viúvas não se lamentaram.

78.65   Então, o Senhor despertou como de um sono, como um valente que o vinho excitasse.

78.66   E feriu os seus adversários, que fugiram, e os pôs em perpétuo desprezo.

78.67   Além disto, rejeitou a tenda de José e não elegeu a tribo de Efraim.

78.68   Antes, elegeu a tribo de Judá, o monte Sião, que ele amava.

78.69   E edificou o seu santuário como aos lugares elevados, como a terra que fundou para sempre.

78.70   Também elegeu a Davi, seu servo, e o tirou dos apriscos das ovelhas.

78.71   De após as ovelhas pejadas o trouxe, para apascentar a Jacó, seu povo, e a Israel, sua herança.

78.72   Assim, os apascentou, segundo a integridade do seu coração, e os guiou com a perícia de suas mãos.